São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Usar Maconha é o Mesmo que Tomar Canabidiol?

Existe diferença entre maconha e maconha medicinal? Assim como temos o nosso canabinoide endógeno, existem diversos canabinoides. E esse é um dos grandes desafios em relação à cannabis: porque existe sempre a dúvida, "se a cannabis possui efeitos benéficos, porque não podemos usar a planta in natura, a folha realmente?".

A maconha em si tem mais de 190 substâncias que compõem a folha, a planta. E dessas, estamos falando mais especificamente de uma, que é o canabidiol, mas entre estas diversas substâncias, há uma outra que é muito conhecida: o THC (tetra hidro canabidiol). Esta substância é o motivo para que nem todos que "fumam maconha" tenham os mesmos efeitos neurológicos. Isso acontece porque existe uma variação na composição da maconha, já que existem diversas espécies da planta e combinações diferentes de substâncias em cada uma dessas espécies.

Diferença entre Maconha e Maconha Medicinal

O canabidiol é a "parte boa" da maconha, que eleva um pouco o apetite, que pode acalmar, que tem os efeitos neurológicos.

E o THC é a "parte ruim" da maconha, por assim dizer. É a parte que dá as alucinações, as náuseas, o mal estar.

Mas aqui estamos falando de apenas 2 das substâncias presentes na maconha.

Algumas espécies de maconha têm um índice alto de canabidiol (essas seriam excelentes para a Medicina, pois possuem mais do efeito que estamos buscando). Mas também existem outras espécies de maconha que possuem um THC mais elevado.

O que estamos estudando mais profundamente hoje é a combinação de substâncias presentes na planta. Por exemplo, uma espécie boa de cannabis, para a Medicina, tem em torno de 40% de canabidiol. E o restante são outros componentes. E pra se ter uma ideia, se a planta possui apenas 0,2 % de THC, já é suficiente para desenvolver efeitos colaterais ruins.

Dr Diego de Castro Neurologista Especialista em Distúrbios do Movimento

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP especialista em Doença de Parkinson e Distúrbios do Movimento. Também é membro da Academia Brasileira de Neurologia (ABN) e da Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica (SBNC). Cuida de pacientes com Parkinson e condições neurológicas raras. Também disponibiliza informações para pacientes e familiares. Leia nossos artigos:

Nossos endereços para atendimento presencial:

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram