São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Como é o Tremor na Doença de Parkinson?

Dr. Diego de Castro dos Santos12/02/2020,
Compartilhe

O tremor na doença de Parkinson é um sintoma que afeta cerca de 80% dos pacientes. O tremor é um movimento involuntário de "chacoalhar ou sacudir" um membro. É uma condição que pode ser estigmatizante e estar presente durante o repouso e ação.

O tremor no Parkinson na maioria dos casos envolve a mão e se associa a lentidão e rigidez. Na fase inicial, o tremor pode envolver apenas um dos pés, perna e a mandíbula, predominando sempre no repouso ("membro parado").

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista pela USP explica sobre as características que definem o tremor da doença de Parkinson e o diferencia de outras condições que causam tremores.

Características do Tremor na Doença de Parkinson

Segundo a Parkinson's UK, entre as características do tremor na Doença de Parkinson estão:

  • Tremor que predomina no repouso (quando a mão está parada)
  • Atinge mais um lado do que o outro
  • É lento e rítmico (frequência de 4,5-6Hz)
  • Diminui quando a pessoa realiza um movimento
  • O tremor pode surgir quando a pessoa caminha distraidamente
  • Quando na mão, o tremor predomina no polegar e punho
  • Lentidão do movimento e algum grau de rigidez acompanham o tremor
  • O tremor na mão pode se associar a uma letra pequena (micrografia)

Além disso, o tremor no Parkinson pode envolver pé, perna e eventualmente os dois lados do corpo. Também é comum ocorrer na mandíbula, queixo, boca ou língua.

Para a maioria das pessoas com Parkinson, o tremor é irritante. Também atrai a atenção, de modo que as pessoas tendem a manter a mão trêmula no bolso ou isolar-se fugindo do estigma e preconceito.

O que Torna o Tremor de Parkinson Diferente?

De acordo com pesquisa da Parkinsonism Related Disorders, o tremor na doença de Parkinson é diferente de quase todos os outros, porque é um "tremor de repouso". Ele diminui com o início do movimento.

Geralmente o tremor no Parkinson retorna quando o membro é mantido em uma posição, como segurar um talher. É por isso que pacientes com Parkinson costumam derramar coisas.

Tremor no Parkinson

O tremor na doença de Parkinson pode afetar qualquer parte do corpo, principalmente:

  1. Polegar
  2. Outros dedos
  3. Mãos
  4. Mandíbula
  5. Pés

Como a maioria dos sintomas da doença de Parkinson, o tremor também é assimétrico (atinge mais de um lado do que o outro).

Tipos de Tremor no Parkinson

Tremores da Mandíbula

  • Segundo pesquisas da Movement Disorders Society, o tremor da mandíbula também é comum no Parkinson.
  • Este tremor dá impressão que a "boca está trêmula". Em alguns pacientes pode-se ouvir o barulho de "bater os dentes".
  • O tremor da mandíbula desaparece com o movimento, por isso não está presente ao mastigar.
  • Para pessoas com dentaduras, isso pode impedir que as dentaduras fiquem no lugar, além de atrair atenção devido aos sons de "clique".
  • Mascar chiclete pode ajudar a interromper o tremor.

Tremores nos Pés

  • O tremor no Parkinson pode envolver os pés.
  • Ele é mais evidente quando os pés estão pendurados ou após assumir uma postura quando a pessoa está deitada.
  • Costuma desaparecer quando a pessoa está em pé e não interfere na caminhada.
  • O tremor geralmente envolve os pés, mas as coxas também podem estar envolvidas nas formas mais graves.

Tremor de Língua

  • O tremor da Doença de Parkinson pode envolver a língua e acompanha o tremor de mandíbula.
  • Ocorre principalmente quando a boca está parada e entreaberta.
  • O tremor não atrapalha na realização de atividades como comer ou falar.
  • A voz na doença de doença de Parkinson é baixa (hipofonia), mas não é envolvida por tremor.

Tremor da Cabeça

Em cerca de 1% dos casos da doença de Parkinson, a cabeça treme. Às vezes, os tremores da cabeça ocorrem porque os braços estão tremendo e o tremor é simplesmente transmitido.

O tremor da cabeça raramente está associado a Doença de Parkinson. Estudos do Hospital Salpétriere em Paris demonstram que a doença que mais causa o tremor na cabeça é o Tremor Essencial e não a Doença de Parkinson.

É importante diferenciar essas condições, pois o tratamento e prognóstico são diferentes.

Tremor no Parkinson

Tratamento do Tremor na Doença de Parkinson

Segundo a American Parkinson Disease Association, o tratamento do tremor na Doença de Parkinson pode ser feito por meio de:

Pode ser difícil tratar o tremor no Parkinson só com medicamentos. Este é o sintoma que responde menos aos remédios.

Quando o tremor é muito relevante, os pacientes podem pensar que um medicamento não está funcionando, o que é um equívoco. Os medicamentos melhoram mais facilmente a lentidão e rigidez, sendo a resposta do tremor variável.

Quando o tremor no Parkinson é grave ou incapacitante, outros medicamentos podem ser tentados:

  • Medicamentos anticolinérgicos;
  • Propranolol, um medicamento usado para hipertensão, doenças cardíacas e enxaqueca;
  • Clozapina, um medicamento usado no tratamento da esquizofrenia refratária.

Alguns desses medicamentos apresentam muitos efeitos colaterais e por isso devem ser sempre avaliados por um neurologista especialista em distúrbios do movimento.

Estimulação Cerebral Profunda para Tratamento do Tremor da Doença de Parkinson

Quando os medicamentos falham a cirurgia é uma excelente opção de tratamento do tremor na Doença de Parkinson.

As técnicas cirúrgicas incluem as cirurgias convencionais (Palidotomia e Talamotomia) e a cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda (DBS).

O DBS é o tratamento mais eficaz para o tremor da doença de Parkinson. É bem-sucedido em cerca de 90% dos casos e geralmente faz com que o tremor melhore mais que 70%.

O tratamento do tremor no Parkinson com DBS é seguro e validado pelo FDA desde 1997. Para saber mais sobre a DBS no tratamento do Parkinson, leia nosso artigo: "Tratamento com Cirurgia para Doença de Parkinson – Estimulação Cerebral Profunda".

As técnicas de estimulação magnética transcraniana e estimulação periférica ainda carecem de validação científica e seu uso ainda é experimental.

Dr Diego de Castro Neurologista – Tratamento do Tremor no Parkinson

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especializado em Doença de Parkinson e Distúrbios do Movimento. Tem especial interesse no atendimento de pessoas com Parkinson e em casos de tremor de difícil controle.

Sua trajetória conta com a experiência adquirida como neurologista da Universidade de São Paulo e como médico colaborador no ambulatório de Neurocirurgia Funcional do Hospital das Clínicas da USP.

Conhece alguém ou tem algum familiar que sofre com tremor na doença de Parkinson? Estamos à disposição para uma consulta clínica e avaliação.

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663

Tratamento de Tremor em Vitória - ES

Avenida Americo Buaiz, 501 – Victória Office Tower – Torre Leste – Enseada do Suá, Vitória – ES, 29050-911, próximo ao Shopping Vitória.

Telefone: (27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.

One comment on “Como é o Tremor na Doença de Parkinson?”

Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram