Toxina Botulínica (Botox) no Tratamento do Espasmo Hemifacial

/, Neurologia, Perda de Força Muscular, Toxina Botulínica/Toxina Botulínica (Botox) no Tratamento do Espasmo Hemifacial

Toxina Botulínica (Botox) no Tratamento do Espasmo Hemifacial

By | 2019-11-22T12:05:11+00:00 terça-feira 2 de julho 2019|Espasmo Hemifacial, Neurologia, Perda de Força Muscular, Toxina Botulínica|
Compartilhe

A toxina botulínica (comercializada sob as marcas de BotoxDysport, Xeomin) é o melhor tratamento do espasmos faciais e contrações musculares involuntárias no rosto (espasmo hemifacial). Por meio das aplicações da toxina botulínica sobre os músculos com espasmo é possível obter alívio sustentado dos sintomas, com reações adversas mínimas e transitórias.

Segundo o NINDS, o Espasmo Hemifacial é um distúrbio neurológico caracterizado por contrações musculares involuntárias (espasmos) dos músculos de uma das metades da face. Os pacientes que apresentam espasmo hemifacial conhecem esse sintoma pela contração (tremor) da pálpebra e contração simultânea do boca.

Saiba mais sobre o uso da toxina botulínica (Botox) no espasmo hemifacial com a leitura do presente artigo.

Toxina Botulínica no Tratamento do Espasmo Hemifacial

O que é Espasmo Hemifacial?

O Espasmo Hemifacial consiste em contrações musculares involuntárias irregulares, porém repetitivas. As contrações são denominadas “espasmos” e geralmente atingem apenas um lado do rosto. Os músculos mais afetados são os músculos em torno do olho e da boca. A contração destes músculos pode acarretar o fechamento involuntário de um dos olhos (semelhante ao ato de piscar – ativação do músculo orbicular do olho) e o repuxamento da boca (ativação do músculo orbicular da boca).

A doença afeta mais as mulheres do que os homens. O sintoma inicial pode ser a contração involuntária de um único músculo da face, geralmente o músculo orbicular do olho e progride de forma a envolver outros músculos da mesma metade da face.

Sinal característico de uma pessoa com espasmo hemifacial

Qual é a causa do Espasmo Hemifacial?

Ao presente momento, acredita-se que o espasmo hemifacial seja causado por uma pequena irritação do nervo facial. A irritação decorre do contato ou compressão do vaso sanguíneo sobre o nervo causando um pequeno ponto de lesão. A relação anormal entre o nervo e o vaso sanguíneo é denominada “conflito ou contato neurovascular”.

Em alguns casos, no entanto, não é identificado conflito neurovascular mesmo após investigação por ressonância e estudo de vasos sanguíneos e a causa permanece indeterminada.

Tratamento do Espasmo Hemifacial com Aplicação de Toxina Botulínica

O melhor tratamento para o Espasmo Hemifacial é a aplicação de toxina botulínica. O Espasmo hemifacial é um distúrbio incômodo, que oferece intensa desvantagem social, mas apresenta tratamento. Os pacientes geralmente têm autoestima baixa por constrangimento do movimento involuntário.

Alguns medicamentos orais como a carbamazepina podem ser tentados para amenizar o espasmo. No entanto, a resposta é no geral pouco satisfatória e inferior ao resultado da aplicação de toxina botulínica no tratamento do Espasmo Hemifacial.

A realização de uma cirurgia denominada “Descompressão Microvascular do Nervo Facial” pode aliviar a condição em uma grande quantidade de casos. A cirugia serve para interromper o contato ou conflito microvascular do vaso sanguíneo com o nervo facial. Contudo, existe um risco significativo de efeitos adversos como a paralisia facial e ainda a chance de recorrência do espasmo.

Como é feita a Aplicação da Toxina Botulínica (Botox) para Tratamento do Espasmo Hemifacial

Proporcionar a redução e interrupção das contrações involuntárias com aplicação de toxina botulínica é um tratamento simples e eficaz para o espasmo hemifacial. O procedimento não oferece efeitos colaterais sistêmicos. No geral há poucas reações locais que, quando ocorrem, resolvem-se rapidamente.

Conforme já explicamos anteriormente nos artigos do uso de toxina botulínica na neurologia, o botox atua na junção neuromuscular (ponto de ligação do nervo com o músculo) diminuindo a ativação anormal dos músculos que recebem a medicação. O foco do tratamento é bloquear o espasmo principalmente dos músculos responsáveis pelo fechamento do olho. Pequenas quantidades da toxina são injetadas em cada músculo responsável pela contração anormal. As doses e o número de músculos selecionados são determinados pelo neurologista na consulta que antecede a aplicação.

Efeitos da Aplicação de Botox no Espasmo Hemifacial

Os efeitos e benefícios da aplicação de toxina botulínica no tratamento do espasmo hemifacial duram, em média, 3 meses. Esse alívio dos sintomas, é resultado de apenas quatro aplicações de toxina por ano, frequência totalmente praticável.

O tratamento com toxina botulínica é um meio simples e eficaz de controlar os sintomas do espasmo hemifacial. O médico neurologista especialista em distúrbios do movimento e o médico fisiatra são os profissionais habilitados para realizar sua aplicação nas mais diversas condições.

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP com experiência na aplicação de Botox como forma de auxiliar no tratamento das mais diversas condições neurológicas. No Serviço de Especialidades Neurológicas, com unidades em Vitória – ES e São Paulo, oferece um serviço de qualidade de assistência para melhorar a qualidade de vida de pacientes que sofrem com um sintoma tão debilitante como o espasmo hemifacial.

Trazemos em nossa história a busca constante pelo aprimoramento e a vocação para cuidar, buscando servir melhor cada um de nossos pacientes. Trabalhamos para que seu tratamento seja focado em suas particularidades, com verdadeira qualidade, visando auxiliar na remissão de seus sintomas. Para saber mais sobre a nossa abordagem ao tratamento do espasmo hemifacial, veja abaixo nossas informações de contato para agendamento de consultas:

Aplicação de toxina botulínica (Botox) em São Paulo para Espasmo Hemifacial Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Rua Itapeva, 518 – sala 901
Bela Vista
São Paulo – SP, 01332-904

Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663

Dr Diego de Castro – Neurologista em Vitória ES Tratamento de Espasmos Faciais

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 – Enseada do Suá, Vitória – ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

Artigo Publicado em 19 de dezembro de 2018 e Atualizado em 02 de julho de 2019

 


Compartilhe

Dr. Diego de Castro dos Santos

Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.

Dúvidas e ou Sugestões?

Informações de Contato

Avenida Americo Buaiz, 501 – Victória Office Tower – Torre Leste – Enseada do Suá, Vitória – ES, 29050-911, próximo ao Shopping Vitória.

Phone: (27) 99707-3433

Web: Dr Diego de Castro