São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Toxina Botulínica (Botox) no Tratamento do Espasmo Hemifacial

Dr. Diego de Castro dos Santos02/07/2019,
Compartilhe

A toxina botulínica (comercializada sob as marcas de BotoxDysport, Xeomin) é o melhor tratamento para espasmos faciais e contrações musculares involuntárias no rosto (espasmo hemifacial). Por meio do tratamento com aplicação de toxina botulínica sobre os músculos com espasmo é possível obter alívio dessa condição por alguns meses e com reações adversas mínimas.

Em nosso artigo "Espasmo Hemifacial - Saiba Mais sobre os Espasmos Musculares no Rosto", você pode saber mais sobre as causas, sintomas e diagnóstico do Espasmo Hemifacial. Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre o uso da toxina botulínica (Botox) no tratamento do espasmo hemifacial, assim como as outras abordagens de tratamento.

Toxina Botulínica (Botox) no Tratamento do Espasmo Hemifacial

A toxina botulínica é utilizada no tratamento do Espasmo Hemifacial desde o final da década de 1980.  Em aproximadamente 80% de pacientes, aplicação de toxina botulínica (Botox ®) é um tratamento de muito sucesso para as contrações musculares involuntárias que caracterizam o espasmo.

Do ponto de vista técnico, a toxina botulínica é uma neurotoxina produzida por uma bactéria (Clostridium botulinum). Ela é capaz de paralisar e relaxar os músculos, bloqueando a transmissão nervosa do neurotransmissor acetilcolina nas terminações nervosas da junção neuromuscular.

Em geral a aplicação de botulínica é uma opção minimamente invasiva para aliviar os sintomas do espasmo hemifacial, com poucos efeitos colaterais e que pode ser administrada em consultório.

Para certos grupos de pacientes, a aplicação de toxina botulínica é a única opção eficaz de tratamento dos espasmos. Esse é principalmente o caso quando a cirurgia está fora de questão - por exemplo, em pacientes sob alto risco de anestesia ou naqueles pacientes cujos sintomas não são causados ​​por compressão vascular.

Como Funciona a Aplicação da Toxina Botulínica (Botox) para Espasmo Hemifacial?

Proporcionar a redução e interrupção das contrações involuntárias com aplicação de toxina botulínica é um tratamento simples e eficaz para o espasmo hemifacial. O procedimento não oferece efeitos colaterais sistêmicos. No geral há poucas reações locais que, quando ocorrem, resolvem-se rapidamente.

Conforme já explicamos anteriormente nos artigos do uso de toxina botulínica na neurologia, o botox atua na junção neuromuscular (ponto de ligação do nervo com o músculo) diminuindo a ativação anormal dos músculos que recebem a medicação. O foco do tratamento é bloquear o espasmo principalmente dos músculos responsáveis pelo fechamento do olho. Pequenas quantidades da toxina são injetadas em cada músculo responsável pela contração anormal. As doses e o número de músculos selecionados são determinados pelo neurologista na consulta que antecede a aplicação.

Como é realizada a aplicação do Botox para Tratamento do Espasmo Hemifacial?

A aplicação do Botox para tratamento do Espasmo Hemifacial é realizada em próprio consultório. É um procedimento médico simples e seguro. A aplicação é realizada da seguinte maneira:

  • Cerca de 10-20 min antes do início do procedimento você receberá aplicação de gelo ou anestésico local sob a forma de pomada sobre o rosto;
  • Você poderá realizar a aplicação sentado ou deitado;
  • Seu médico avaliará os músculos mais afetados pelos espasmos;
  • Você receberá a injeção contendo a toxina em diversos pontos próximos ao olho, boca e ocasionalmente pescoço;
  • Com a injeção você sentirá apenas um leve desconforto local
  • Terminada a aplicação você deve evitar coçar, pressionar os pontos de aplicação e evitar atividades físicas intensas;
  • Você poderá retornar para suas atividades habituais incluindo trabalhar e dirigir.
Botox para Espasmo Hemifacial

Efeitos da Toxina Botulínica no Tratamento do Espasmo Hemifacial

Os efeitos da toxina botulínica no espasmo hemifacial são alívio notável a moderado dos sintomas de espasmos em 85% a 95% dos pacientes. Outros efeitos da aplicação de toxina botulínica são:

  • Interrupção do "piscamento" involuntário"
  • Interrupção do movimento de "repuxar a boca"
  • Melhora das contrações musculares involuntárias em torno do olho
  • Melhora das contrações musculares involuntárias em torno da boca
  • Harmonização da face com melhora estética e simetria

Os efeitos e benefícios da aplicação de toxina botulínica no tratamento do espasmo hemifacial duram, em média, 3-4 meses. Esse alívio dos sintomas é resultado de apenas quatro aplicações de toxina por ano, frequência totalmente praticável.

O tratamento com toxina botulínica é um meio simples e eficaz de controlar os sintomas do espasmo hemifacial. O médico neurologista especialista em distúrbios do movimento e o médico fisiatra são os profissionais habilitados para realizar sua aplicação nas mais diversas condições.

Efeitos Colaterais da Aplicação de Toxina Botulínica

Os efeitos colaterais da aplicação de toxina botulínica no espasmo são raros e infrequentes e ocorrem em menos de 3% das aplicações. O uso de toxina é um tratamento muito seguro e com menos efeitos colaterais do que a cirurgia para espasmo hemifacial. Quando presentes, os efeitos colaterais são:

  • Paralisia temporária do nervo facial
  • Ocorrência de visão dupla
  • Queda da pálpebra
  • Náuseas
  • Reações alérgicas locais

Outras Opções de Tratamento para o Espasmo Hemifacial

Segundo o NINDS, injeções de toxina botulínica nas áreas afetadas é a terapia mais eficaz e a única realizada na maioria dos casos de Espasmo Hemifacial. Além disso, outras formas de tratamento são:

  • Medicamentos orais como a carbamazepina podem ser tentados para amenizar o espasmo. No entanto, a resposta é no geral pouco satisfatória e inferior ao resultado da aplicação de toxina botulínica.
  • Realização de uma cirurgia denominada "Descompressão Microvascular do Nervo Facial" pode aliviar a condição em uma grande quantidade de casos. A cirurgia serve para interromper o contato ou conflito microvascular do vaso sanguíneo com o nervo facial. Contudo, existe um risco significativo de efeitos adversos como a paralisia facial e ainda a chance de recorrência do espasmo.

Para saber mais sobre a nossa abordagem ao tratamento do espasmo hemifacial, veja abaixo nossas informações de contato para agendamento de consultas:

Aplicação de toxina botulínica (Botox) em São Paulo para Espasmo Hemifacial Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP com experiência na aplicação de Botox como forma de auxiliar no tratamento das mais diversas condições neurológicas. No Serviço de Especialidades Neurológicas, com unidades em Vitória – ES e São Paulo, oferece um serviço de qualidade de assistência para melhorar a qualidade de vida de pacientes que sofrem com um sintoma tão debilitante como o espasmo hemifacial.

Trazemos em nossa história a busca constante pelo aprimoramento e a vocação para cuidar, buscando servir melhor cada um de nossos pacientes. Trabalhamos para que seu tratamento seja focado em suas particularidades, com verdadeira qualidade, visando auxiliar na remissão de seus sintomas

Endereço: Rua Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista
São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663

Dr Diego de Castro - Neurologista em Vitória ES Tratamento de Espasmos Faciais

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

Artigo Publicado em 19 de dezembro de 2018 e Atualizado em 02 de julho de 2019

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram