Aplicação de Toxina Botulínica (Botox) para Bruxismo – Conheça o Tratamento

/, Botox em Vitória, Sono, Toxina Botulínica/Aplicação de Toxina Botulínica (Botox) para Bruxismo – Conheça o Tratamento

Aplicação de Toxina Botulínica (Botox) para Bruxismo – Conheça o Tratamento

Compartilhe

A aplicação de toxina botulínica (Botox) é o tratamento mais eficaz e com melhores resultados para alívio do bruxismo e para suas condições associadas como dor de cabeça, dor orofacial, disfunções da articulação temporomandibular e desgaste dentário.

O bruxismo é uma condição geralmente associada a um distúrbio do sono de “ranger os dentes ou fechar fortemente a boca enquanto dorme”. A aplicação de toxina botulínica (botox) sobre os músculos da mastigação promove seu relaxamento, tratando assim o bruxismo.

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre o bruxismo e seu tratamento com toxina botulínica.

Toxina Botulínica (Botox) para Bruxismo

Causas do Bruxismo

As causas exatas do bruxismo não são completamente esclarecidas. As causas parecem variar de acordo com o tipo de bruxismo e idade de seu surgimento.

Em linhas gerais, o bruxismo é o fenômeno de “ranger ou trincar os dentes“. A mandíbula se move para frente e para trás ou de um lado para o outro, e assim os dentes sofrem forte atrito, gerando desgaste dentário e problemas na articulação temporomandibular. Na maioria das vezes, esses indivíduos não sabem que estão rangendo os dentes, pois esse problema ocorre durante a noite. Sua causa mais provável (bruxismo noturno) é de um distúrbio do sono complexo.

O estresse pode desempenhar um papel no bruxismo adulto, fazendo com que alguém, inconscientemente, aperte/pressione os dentes, sendo essa a principal causa de “bruxismo diurno” (acordado). Algumas pesquisas mostram um aumento na frequência cardíaca e na atividade cerebral antes do início do bruxismo, o que aponta para um comportamento possivelmente automático que envolvem o sistema nervoso autônomo.

Quando o bruxismo aparece em crianças, ele tende a começar quando os primeiros dentes aparecem e continua à medida que os dentes permanentes crescem. No entanto, uma vez que os dentes adultos crescem, o bruxismo infantil costuma parar.

O bruxismo pode estar relacionado a mordidas anormais ou a dentes tortos ou ausentes. Pode ser causado por espasmos dos músculos faciais durante o sono. Alguns medicamentos também incluem bruxismo como efeito colateral, como certas anfetaminas, antipsicóticos e antidepressivos.

Apneia do sono, tabagismo, consumo de álcool, ronco e fadiga também foram associados a esse problema.

Sintomas do Bruxismo

O bruxismo apresenta muitos sintomas clínicos, incluindo:

  • um ruído de ranger de dentes que pode ser relatado pelo parceiro na cama;
  • dor na articulação temporomandibular e músculos mastigatórios;
  • dor de cabeça (especialmente na zona temporal quando o paciente acorda de manhã);
  • hipersensibilidade dentária;
  • rigidez da mandíbula pela manhã.

Alguns sinais clínicos incluem desgaste anormal dos dentes, recuo da língua, hipertrofia dos músculos masseteres e quebra de restaurações e / ou dentes.

Tratamento do Bruxismo com Aplicação de Toxina Botulínica (Botox)

O tratamento do bruxismo com aplicação de toxina botulínica (botox) já é um tratamento consagrado para essa condição. No entanto, existem várias modalidades de tratamento para o manejo do bruxismo, incluindo aparelhos oclusais, abordagens comportamentais e manejo farmacológico. O tratamento do bruxismo é indicado quando o distúrbio causa algum desses problemas acima mencionados e é projetado principalmente para evitar mais danos aos dentes.

A escolha do médico pela opção de tratamento é motivada pela gravidade do bruxismo, necessidade de proteger as estruturas orofaciais dos danos e aliviar qualquer dor associada a queixas sensoriais.

Abordagens Oclusais

Aparelhos orais (“placas dentárias”) podem reduzir bruxismo, atividades musculares e dores miofasciais. Estes aparelhos também podem prevenir o desgaste e ferimentos dos dentes e reduzir o comportamento noturno de apertar ou triturar.

Embora os aparelhos orais possam ajudar a reduzir a dor muscular, é improvável que reduzam significativamente o comportamento noturno.

Abordagens Comportamentais

Dispositivos que monitoram a atividade mastigatória têm sido usados ​​para tratar bruxismo. Quando a atividade exceder um limite por um determinado período de tempo, um alarme soa e acorda o paciente para encerrar os comportamentos de ranger / aperto dos dentes.

Como o sono é interrompido, os pacientes que usam esses dispositivos podem relatar sonolência e dificuldade em se concentrar durante o dia.

Abordagens Farmacológicas

A mais recente abordagem farmacológica para gerenciar os efeitos do bruxismo noturno e diurno é a injeção de toxina botulínica nos músculos da mastigação.

Pesquisas recentes mostraram que a toxina botulínica é eficaz no controle de movimentos orofaciais involuntários e bruxismo em pacientes com distúrbios do movimento (por exemplo, distonia craniana).

Tratamento com Toxina Botulínica (Botox) para Bruxismo

O Botox, tecnicamente conhecido como toxina botulínica A, impede a contração muscular quando é injetado nos músculos.

A toxina botulínica tem sido usada em aplicações cosméticas há vários anos, com mais frequência para combater sinais de envelhecimento na face. No entanto, o Botox é tratamento muito importante para muitas doenças neurológicas: Sequelas de AVC, Distonia, Paralisia Cerebral, enxaqueca e rigidez muscular, sendo também uma excelente forma de tratar bruxismo.

A toxina botulínica (Botox) é produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que bloqueia a liberação de acetilcolina das terminações nervosas junção neuromuscular, causando inatividade nos músculos ou glândulas.

As injeções de botox são aplicadas diretamente nos músculos masseter e temporal para relaxar esses músculos. Os efeitos clínicos são tipicamente observados no primeiro ao terceiro dias após a injeção, seguidos por uma a duas semanas de efeito máximo, e a duração típica do efeito é de três a quatro meses.

Em conclusão, a terapia com Botox é benéfica no tratamento do bruxismo noturno e a dor mastigatória, quando não houve resposta aos métodos conservadores de tratamento.

Dr Diego de Castro é Neurologista e se dedica a reabilitação de pacientes com doenças neurológicas. Durante a especialização em Neurologia na Universidade de São Paulo, decidiu prosseguir em aprimoramento no diagnóstico de doenças raras de origem neurogenética e na reabilitação neurológica por meio de neuromodulação (Estimulação Cerebral Profunda) e aplicação de Toxina Botulínica.

No Serviço de Especialidades Neurológicas, com unidades com aplicação de Botox em Vitória – ES e São Paulo, oferece um serviço de qualidade de assistência para melhorar a qualidade de vida de pacientes que sofrem com o bruxismo.

Para saber mais sobre a nossa abordagem ao tratamento do bruxismo, veja abaixo nossas informações de contato para agendamento de consultas:

Aplicação de botox para bruxismo Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Endereço: R. Sampaio Viana, 253 – cj123 – Paraíso, São Paulo – SP, 04004-000

Telefone: (11) 2368-3067

Botox em Vitória – Dr Diego de Castro Neurologista

Endereço: Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 – Enseada do Suá, Vitória – ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433


Compartilhe

Dúvidas e ou Sugestões?

Informações de Contato

R. Sampaio Viana, 253 - cj123 Paraíso São Paulo - CEP: SP 04004-000

Phone: 11 2638-3067 / 98977-2982

Web: Dr Diego de Castro