São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Cãibra do Escrivão - Tratamento da Distonia da mão tarefa específica

Dr Diego de Castro
14/02/2020
Compartilhe

A “Cãibra do Escrivão" ou "Distonia da Mão Tarefa Específica" é um tipo de distonia focal da mão induzida pelo ato de escrever ou empunhar uma caneta.

A Cãibra do Escrivão ocasiona uma postura anormal da mão, dedos ou do braço, involuntária, desencadeada especificamente pela tarefa de escrever.

Assim como outros tipos de distonia, o diagnóstico é realizado pelo exame neurológico e o melhor tratamento é a aplicação de toxina botulínica (Botox).

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista pela USP explica causas e sintomas da cãibra do escrivão. Aprenda também sobre como a aplicação de toxina botulínica (botox) pode ajudar no tratamento.

O que é a Cãibra do Escrivão

Este artigo visa esclarecer sobre a cãibra do escrivão, um dos tipos de distonia da mão mais comuns. Em artigos anteriores, explicamos sobre o que é distonia e a importância da aplicação de toxina botulínica nessa condição.

De maneira sucinta, segundo a Movement Disorder Society, a distonia é:

"Distúrbio do movimento caracterizado por contrações musculares contínuas ou intermitentes que causam movimentos anormais, muitas vezes repetitivos, posturas anormais ou ambos, podendo ser focal, segmentar, multifocal, generalizada ou hemidistonia".

Denominamos distonia focal, quando está localizada em uma parte específica do corpo. Em geral, a mão é uma região comumente afetada.

Alguns indivíduos podem apresentar a postura ou tremor apenas quando executam alguma determinada ação - a esse fenômeno chamamos distonia tarefa específica.

A distonia focal da mão é uma forma comum de distonia da idade adulta. Segundo a Mayo Clinic, ela pode ser contínua ou intermitente (surgir apenas durante execução de uma tarefa específica). Trabalhos repetidos por um longo período de tempo são associadas ao surgimento da forma tarefa-específica (exposição ocupacional).

Historicamente, os escrivães foram o primeiro grupo de pessoas em que as anormalidades distônicas induzidas por uma tarefa foram descritas. No entanto, a condição pode surgir nos músicos, dentistas, cabeleireiros e outras profissões que realizam movimentos repetidos.

Sintomas

Os sintomas da Cãibra do Escrivão estão associados a dificuldade de escrever. Os pacientes podem relatar:

  • Postura anormal da mão ao escrever
    • Punho hiperflexionado
    • Dedos pressionando a caneta com muita força
    • "Dedos esticados" de modo anormal
    • Cotovelo ou punho em posição não natural
  • Mãos ou dedos que não respondem aos comandos
  • Tremor durante a escrita
  • Cãibra, dor ou sensação de mal jeito na mão ao escrever
  • Mudança do papel ou tentativa de segurar a caneta para conseguir escrever.

Causas

Segundo a Dystonia Medical Research Foundation as causas da cãibra do Escrivão são:

  • Predisposição genética
  • Atividades manuais repetitivas
  • Perda do princípio da "inibição recíproca"
  • Anormalidades do sistema sensorial e do processamento cortical
  • Excitabilidade cortical aumentada

A principal causa da cãibra é a perda do princípio neurofisiológico denominado “inibição recíproca”. No indivíduo saudável um músculo contrai enquanto o outro relaxa. Na distonia há perda desse equilíbrio. Ocorre contração de vários músculos simultaneamente durante a tentativa de escrever.

Pesquisas publicadas na Revista Brain demonstram que a perda de inibição recíproca causa contração simultânea dos músculos antagonistas e dos músculos agonistas. A co-contração produz a postura anormal e o tremor.

De maneira geral, há uma predisposição genética para o desenvolvimento de distonia.

Anormalidades do sistema sensorial e excitabilidade neuronal aumentada também estão presentes. O movimento repetitivo da mão altera mapas sensitivos e motores cerebrais e desenvolvimento de distonia nos indivíduos predispostos geneticamente.

Neurologista Especialista em Distonia e o Diagnóstico da Cãibra do Escrivão

A avaliação de um Neurologista Especialista em Distonia (neurologista especializado em distúrbio do movimento) ajuda no diagnóstico precoce e tratamento das distonias e é ainda mais importante no diagnóstico da cãibra do escrivão.

O neurologista especialista em distonia utiliza para o diagnóstico da cãibra do escrivão:

  1. O exame neurológico
  2. O exame de eletroneuromiografia
  3. Testes laboratoriais (afastar causas secundárias)
  4. Ressonância Magnética
  5. Teste genético em casos selecionados

É comum que os pacientes mudem o jeito de escrever, utilizem algum apoio ou artifício para tentar minimizar a postura anormal (truque sensitivo). O exame neurológico identifica esses fatores além de determinar os músculos que contraem de modo anormal.

A eletroneuromiografia é o exame complementar que mais ajuda no diagnóstico da cãibra do escrivão e é realizada por um neurologista especializado chamado neurofisiologista. A eletroneuromiografia auxilia na diferenciação de movimentos distônicos com outras anormalidades do sistema nervoso periférico e alterações de ordem emocional.

A eletroneuromiografia também é importante para mapeamento dos músculos mais afetados pela distonia, orientando os músculos que mais precisam de tratamento.

A cãibra do escrivão pode ser o sintoma inicial de outras formas de distonia (distonias secundárias). Testes de laboratório, estudos de imagem e os testes genéticos podem ser necessários para afastar essas condições.

Tratamento da Cãibra do Escrivão - Distonia da Mão

O tratamento da Cãibra do Escrivão - distonia focal da mão tarefa específica é multidisciplinar e inclui:

  • Medicamentos orais
  • Injeção de toxina botulínica
  • Fisioterapia e terapia ocupacional
  • Neurocirurgia em casos selecionados.
Fisioterapia após Aplicação de Toxina Botulínica (Botox)

Aplicação de Toxina Botulínica (Botox)

A aplicação de toxina botulínica (Botox) é um importante tratamento da Cãibra do Escrivão e das outras formas de distonia focal da mão tarefa-específica (como as distonias dos músicos).

A toxina botulínica é administrada por injeções intramusculares e inibe a contração muscular excessiva. Ela atua na junção neuromuscular diminuindo a liberação de acetilcolina.

Efeitos do Botox para Cãibra do Escrivão:

  • Melhora a distonia focal da mão em cerca de 50%
  • Duração do efeito clínico de 4 meses
  • O resultado real é melhor geralmente após a terceira aplicação
  • A aplicação de toxina botulínica é mais efetiva quando associada a eletroneuromiografia (toxina botulínica guiada por EMG).

A aplicação de toxina botulínica não é curativa. Os pacientes devem insistir na aplicação do botox, mesmo que não obtiverem a resposta desejada na primeira aplicação.

Alguns pacientes apresentam alguma sensação de fraqueza e ligeira perda de força na mão e dedos após a aplicação do botox. Os pacientes devem se exercitar após as injeções, pois isso melhora a eficácia e reduz efeitos colaterais.

Tratamento com medicamentos

Medicamentos anticolinérgicos, dopaminérgicos e GABAérgicos têm sido usados para tratamento da distonia generalizada e distonia focal grave.

Os medicamentos orais podem ser benéficos em 30% dos indivíduos, mas os efeitos colaterais como sonolência e lentidão mental limitam a dose.

As medicações mais usadas no tratamento são:

  • Biperideno
  • Triexifenidil
  • Diazepan
  • Clonazepan
  • Amitriptilina
  • Relaxantes musculares

Terapias de Reabilitação

As terapias de reabilitação na câimbra do escrivão são muito importantes. As técnicas utilizadas proporcionam alívio e ajudam no controle dos sintomas.

As terapias de reabilitação incluem:

  • Talas projetadas
  • Canetas anatômicas (mais grossas)
  • Imobilização do membro distônico
  • Aprender a escrever com outra letra ou outra mão
  • Treinamento motor (escrever usando dedos individuais)
  • Treinamento sensorial por leitura em Braille.

Atenção a realização da leitura em Braille por 08 semanas pois essa é uma forma de terapia pouco conhecida mas benéfica ao controle da distonia focal da mão.

Busque um fisioterapeuta e um terapeuta ocupacional que entenda a condição e está disposto a trabalhar em conjunto com seu médico neurologista.

Opções Cirúrgicas

As abordagens cirúrgicas são reservadas para casos super refratários e incluem:

  1. Palidotomia
  2. Estimulação cerebral profunda (DBS)

Embora as opções cirúrgicas sejam bem estabelecidas para as distonias generalizadas, ainda é um tratamento experimental para a cãibra. Essas técnicas podem ser utilizadas, mas o resultado não é curativo e existe um risco inerente ao procedimento cirúrgico.

A cãibra do escritor pode afetar o indivíduo fisicamente, emocionalmente, socialmente, no trabalho e nas atividades da vida diária, causando depressão e ansiedade. Esses sintomas podem ter um impacto tão grande quanto os sintomas físicos. Assim, os pacientes devem ser acompanhados também por um profissional de saúde mental.

Dr Diego de Castro Neurologista Tratamento da Distonia da Mão

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especialista na aplicação de botox e em Distúrbios do Movimento com experiência no tratamento de distonia da mão. Também como neurofisiologista, Dr Diego de Castro realiza a aplicação de toxina botulínica guiada por eletroneuromiografia.

Gostou deste artigo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Continue aprendendo mais sobre quadro distônico lendo nossos artigos:

Para saber mais sobre a nossa abordagem de tratamento da distonia, veja nossas informações de contato para aplicação de botox em São Paulo ou aplicação de botox em Vitória:

Dr Diego de Castro Neurologista - Tratamento de Distonia da Mão Tarefa Específica

Dr Diego de Castro também cuida de outros tipos de distonia tarefa-específica. Músicos de alta performance como violonistas e pianistas podem apresentar distonia da mão quando tocam instrumentos (distonia dos músicos).

As distonias tarefas-específicas estão associadas a profissionais de alto desempenho. Formas de distonias tarefa-específica também incluem:

  • Cãibras do telegrafista
  • Golfista
  • Cabeleireiros
  • Cirurgiões
  • Alfaiates
  • Sapateiros
  • Outras formas raras.

A distonia segmentar ou generalizada pode começar como distonia focal da mão, por isso é necessária uma avaliação neurológica detalhada.

Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304 e (11) 98758-7663

Posts Relacionados:


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.

14 comments on “Cãibra do Escrivão - Tratamento da Distonia da mão tarefa específica”

  1. Até que fim achei o que estava procurando. Artigo bem
    completo sobre minha caimbra. Obrigado pela informação.
    Compartilhei no meu pinterest.

  2. Bom dia, Dr. Diego,tive um diagnóstico da cãibra do escrivão através da eletroneuromiografia,o neuro-cirurgião me receitou a cirurgia já diretamente, visto que já praticamente não consigo escrever.já sinto o distúrbio a bastante tempo desde 1980. Só agora que perdi a inibição de falar sobre o assunto e me indicaram o neurologista. A cirurgia seria a melhor saída? não comentou nada a respeito de tratamento com botox, creio que seria pelo estágio que se encontra o distúrbio. Gostaria muito de receber um comentário do Sr.obrigado.

    1. Olá Fernando! Obrigado pelo contato! O melhor é avaliar seu caso por meio de uma consulta.
      A cirurgia tem melhor resultado quando a distonia aparece a todo momento, não só durante a escrita. Nos casos que a postura involuntária aparece apenas na hora de escrever é mais seguro sempre começar o tratamento pela aplicação de toxina.

  3. Boa tarde doutor,
    Fui diagnosticada com distonia focal (mao), ja fazem alguns anos... tentei o tratamento com toxina botulinica, mas não pude continuar o tratamento, pois perdi o movimento da mão por 2 meses.. estava fazendo tratamento com uma fisiatra.. desde isso meus movimentos com essa mão direita so vem piorando..não consigo escrever, não consigo segurar um copo, um talher, colocar um brinco... como devo fazer? Tomo ate antidepressivo por conta disso...

    1. Nesse caso, é melhor realizar a aplicação da toxina por meio da eletroneuromiografia para atingir o músculo com precisão. Há alguns medicamentos importados que talvez ajude. O melhor é realizar uma consulta para avaliar os músculos comprometidos pela sua distonia da mão

  4. Boa tarde Dr!

    Gostaria de saber se o sr está atendendo em São Paulo. Se sim, poderia me passar um meio de contato, por favor?

    Obrigada!

    1. Ei Vanessa! Obrigado pelo contato! Estou atendendo apenas online (por telemedicina). Atendimentos presenciais só voltarão após fim da pandemia

  5. BOA TARDE DOUTOR,TENHO CAIMBRA DO ESCRIVÃO DESDE 2009,TENHO MUITA DIFICULDADE NA ESCRITA POR ENQUANTO.SOU TÉCNICA DE LABORATÓRIO E DESDE ISSO TRABALHO NA ÁREA DA SAÚDE COM DIGITAÇÃO DE FICHAS,SISTEMAS,ETC.AGORA PEDIRAM MINHA READAPTAÇÃO E ESTÃO QUESTIONANDO QUE TAMBÉM NÃO POSSO DIGITAR SE NÃO POSSO ESCREVER.MAS O MÉDICO DO TRABALHO LIBEROU E EXPLICOU TUDO DIREITINHO NO PROCESSO.USO UMA TALA QUE NÃO MEXO MUITO O PUNHO,ENTÃO CONSIGO NORMALMENTE E TAMBÉM NÃO É TANTO TRABALHO ASSIM.PODEM QUESTIONAR ISSO?

    1. Como a distonia da mão é uma doença rara, o médico perito geralmente segue as recomendações do neurologista especialista. Dificil o perito questionar caso esteja bem explicado no laudo.

      Abraço

  6. Olá doutor! Muito esclarecedor teu artigo. Fui diagnosticado com distonia focal. Em meu caso a mão direita fica o tempo todo deformada com movimentos involuntários... horrível, sou pastor e tenho muita dificuldade em segurar o microfone com essa mão.gostaria de saber se está atendendo presencialmente. Moro no interior, Tatuí SP

    1. Sim Rogerio! Os atendimentos presenciais para distonia voltam no fim de janeiro. Há uma lista de espera com as secretárias. Ligue no 11 3262-4745 ou 11 98758-7663 caso tenha interesse.

      Abraço

      Diego de Castro

  7. Dr meu filho tem distonia focal em mmsd e não consegue escrever. Li em vários artigos que distonia focal é uma deficiência física e ele vai prestar vestibular e faremos a solicitação de vaga para deficiente. Inclusive a prova será realizada por um transcritor. Esse fato da deficiência pode ser questionado. Ele ja fez varios tratamentos inclusive com botox sem sucesso.
    Desde já agradeço e parabenizo a sua conduta de fazer o artigo,pois é uma doença que poucas pessoas conhecem e com uma limitação tão grande para a escrita e tarefas que precisam de força no caso dele do polegar e indicador.

    1. Sim! No caso de vestibular em que ele precisará escrever bastante ele terá os mesmos direitos de qualquer pessoa com deficiência física.

      Consulte um advogado para orientar seu médico a preencher um laudo bem embasado para minimizar qualquer questionamento.

      Como distonia é uma doença rara sempre bom se precaver da melhor forma possível

      Boa prova para ele!

  8. Presado Doutor Diego, saudações!
    Sou portador de distonia focal neuromuscular há pelo menos uns 16 anos. Já consultei e fiz tratamento com o neurologista fisiologista, ele me pediu os exames de mapeamento cerebral, eletroencefalograma, eletroneuromiografia e ressonância magnética do cérebro, em seguida me indicou o medicamento injetável Toxina botulínica que tomei a cada 4 meses durante um ano, mas não surtiu efeito nenhum, o mesmo me disse que eu não poderia continuar com a Toxina botulínica porque já havia chegado no limite. O meu maior problema é exatamente a escrita, preciso usar as duas mãos para escrever alguma coisa, sou professor na rede pública de ensino e procuro fazer o máximo no computador. Obrigado pela atenção.

Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram