São Paulo: (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Como Melhorar o Freezing e o Tremor no Parkinson

Melhorar o Freezing e o Tremor no Parkinson é determinante para garantir a mobilidade, a capacidade de ir e vir, assim como a realização das atividades da vida diária.

Neste vídeo, Dr Diego de Castro e Dr Gustavo Franklin conversam sobre algumas estratégias que ajudam o paciente a superar estes desafios.

Compreendendo o Freezing

Pessoas com Parkinson com mais de 3 ou 5 anos da doença podem apresentar uma complicação motora chamada Freezing (congelamento durante o processo de andar). O paciente sente como se o pé tivesse endurecido e colado no chão. Se ele tentar andar nessa situação, há uma forte tendência a queda.

Se o paciente tem Freezing por falta de medicação, precisamos ajustar os medicamentos para tentar melhorar este sintoma.

Mas também existem aquelas situações em que o paciente trava por se sentir observado, ansioso.

No vídeo de fisioterapia na doença de Parkinson, abordamos mais profundamente as estratégias para lidar com o Freezing.

Mas algo que já podemos adiantar aqui é que o estresse, a sensação de estar sendo observado, pode piorar muito este sintoma. Lembre-se de que a melhor forma de melhorar de uma situação de Freezing é relaxando. Olhe o chão, procure dar um passo de cada vez, que aos poucos, você vai saindo do congelamento.

Também é importante alertar que não se deve "puxar" o paciente, para que ele saia do congelamento. Com isso, ele pode perder a estabilidade e cair.

Traga essas ocorrências para o seu médico, para que ele possa buscar ajustes na medicação que reduzam estes episódios.

Para os pacientes com Parkinson precoce, é mais fácil lidar com o Freezing, porque nos mais jovens, o sistema motor funciona melhor. Quando o paciente é mais idoso, o Freezing tende a aparecer a qualquer momento do dia. E também é um pouco mais complicado de tratar. Mas com um treinamento motor, acompanhado por um fisioterapeuta, é possível desenvolver estratégias para manobrá-lo.

Tremor e Realização de Movimentos Finos

Nas atividades instrumentais da vida diária, realizamos os movimentos finos, aqueles que realizamos com a mão:

  • Segurar os talheres
  • Cortar alimentos com a faca
  • Levar o copo à boca
  • Escrever.

Quando o paciente tem muito tremor ou rigidez, torna-se mais difícil para realizar estes movimentos finos.

Nas fases iniciais da doença, é mais fácil lidar com essa dificuldade, com ajustes na medicação. Converse com o seu médico, pois os ajustes na medicação têm uma boa resposta para melhorar os movimentos finos.

Também existem divesos dispositivos (como colheres especiais que evitam que a comida derrame com a vibração do tremor) e também existe a cirurgia para doença de Parkinson.

É importante lembrar que os sintomas motores podem flutuar, de acordo com as tomadas de medicação, e que os sintomas não motores flutuam juntamente com os momentos on e off. Por exemplo, em um momento de rigidez, o paciente pode se sentir mais ansioso e sentir dor.

Mas existe tratamento para o Freezing e o Tremor no Parkinson. Não deixe de conversar com o seu médico sobre eles.

Gostou deste vídeo? Compartilhe com um amigo. Siga-nos nas redes sociais.

Leia outros artigos sobre este tema:

Dr Diego de Castro Neurologista Tratamento dos Sintomas não Motores da Doença de Parkinson

Dr Diego de Castro é neurologista pela USP, especializado em Doença de Parkinson e Distúrbios do Movimento. Dedica-se ao tratamento do Parkinson e disponibiliza conteúdo para pacientes e familiares sobre esta condição.

Nossos endereços para atendimento:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304 e (11) 98758-7663

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com o uso de cookies. Leia nossa política de privacidade/cookies para saber mais informações.
magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram