São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Neurologista Especialista em Parkinson

Dr Diego de Castro14/04/2021
Compartilhe

Gerenciar bem a doença de Parkinson (DP) pode ser um desafio. Encontrar um Neurologista Especialista em Parkinson facilita sua busca pela melhora dos sintomas e aumento da qualidade de vida.

A Parkinson's Foundation recomenda que pessoas diagnosticadas com DP procurem um neurologista especialista em distúrbios de movimento: o médico que pode se tornar um jogador-chave em sua equipe de saúde.

Neste artigo, Dr Diego de Castro, Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre a atuação do Neurologista Especialista em Parkinson e porque é importante procurar esta especialidade para seu tratamento.

Quem é o Neurologista Especialista em Parkinson

Segundo informações da FMRP-USP, o passo inicial para se tornar neurologista é cursar faculdade de Medicina, etapa que corresponde a seis anos de estudo. Após isso, o médico recém-formado prestará prova para ingressar na Residência Médica em Neurologia, quando estudará por mais três anos, recebendo ao final o título de neurologista geral, ou então um 4º ano, para especialização na área de Neurofisiologia Clínica.

Nesta etapa os recém-intitulados neurologistas são convidados a prestar a prova de título pela Academia Brasileira de Neurologia.

Os especialistas em distúrbios de movimento são neurologistas que completaram mais dois anos de treinamento de distúrbios de movimento, uma subespecialidade da Neurologia.

Segundo a American Parkinson Disease Association, este tempo adicional permite:

  • Experiência na prescrição de medicamentos específicos da DP. Combinação de fármacos, dosagens e tempo de todos esses medicamentos podem fazer a diferença nos desfechos clínicos. Por isso, é preciso habilidade e prática para usar esses medicamentos de forma mais eficaz.
  • Proficiência na gestão de efeitos colaterais medicamentosos. Muitos dos medicamentos utilizados para DP têm efeitos colaterais que precisam ser gerenciados. Uma bolsa de distúrbios de movimento permite mais treinamento nesta gestão.
  • Habilidade no gerenciamento de sintomas não motores, como depressão, psicose, prisão de ventre e pressão arterial baixa, incluindo a prescrição de medicamentos para essas condições.
  • Experiência adicional em injeções de toxina botulínica, tanto para a sialorreia, quanto para distonia de membros que podem acompanhar a DP.
  • Treinamento em gerenciamento de estimulação cerebral profunda (DBS), tanto a programação inicial após a inserção do sistema quanto os ajustes contínuos do sistema em resposta à evolução da doença. Dependendo da bolsa, também é possível aprender a operar o equipamento neurofisiológico na sala de cirurgia durante a inserção de DBS, o que permite a colocação precisa do sistema no cérebro.
Como se Preparar para uma Consulta com o Especialista em Parkinson

Como se Preparar para uma Consulta com o Especialista em Parkinson

Em sua primeira visita, um especialista em DP perguntará sobre seu histórico médico e sintomas familiares. Ele também fará um exame físico e um exame neurológico.

Informações no site da The Michael J. Fox Fundadation recomendam alguns passos que você pode seguir para aproveitar ao máximo sua consulta:

  1. Leve alguém junto com você. Seu cuidador, um membro da família ou até mesmo um amigo podem ajudar a tomar notas, fazer perguntas e compartilhar sua perspectiva sobre seus sintomas.
  2. Faça uma lista de perguntas que gostaria de fazer, e traga-a para a consulta. Você também pode tomar notas durante a consulta.
  3. Uma semana ou mais antes de sua consulta, registre seus sintomas para compartilhar com seu médico. Seja o mais descritivo possível ao compartilhar sintomas, e inclua quaisquer queixas de saúde que você tenha, mesmo se não tiver certeza de que estão relacionadas ao Parkinson, incluindo seu humor. Anote também todos os medicamentos que você toma, ou traga-os à consulta.
  4. Esteja pronto para diversos testes. O médico vai administrar testes motores e não motores, e todo o processo pode levar algum tempo. O médico pedirá que você se sente, fique de pé e caminhe para observar seu equilíbrio e coordenação. Ele também pode pedir um exame de imagem cerebral para descartar outras condições.

A Importância de um Bom Relacionamento com seu Especialista em Parkinson

Algumas pessoas podem esperar para ver um especialista em Parkinson até mais tarde em seu curso da doença.

No entanto, ver esse especialista no início do seu tratamento pode ajudá-lo a planejar seu cuidado no futuro, preparar-se para possíveis mudanças no seu Parkinson e adaptar-se a essas mudanças à medida que elas acontecem.

Decisões sobre seu tratamento serão uma colaboração entre você e seu médico. Ter a parceria certa com seu médico pode fazer a diferença, não apenas no gerenciamento dos sintomas do Parkinson, mas também no quão apoiado você se sente no geral.

É importante que você se sinta confiante nesse relacionamento e tenha acesso a uma equipe de tratamento que atenda às suas necessidades.

Dr Diego de Castro Neurologista Tratamento da Doença de Parkinson

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP especialista em Doença de Parkinson e Distúrbios do Movimento. Dr Diego de Castro também é membro da Academia Brasileira de Neurologia (ABN) e da Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica (SBNC).

Compartilhe este artigo! Siga-nos nas redes sociais.

Leia outros artigos sobre este tema:

Dr Diego de Castro Neurologista em Vitória: Avenida Americo Buaiz, 501 - Victória Office Tower - Torre Leste - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911
(27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram