São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Alimentação na Miastenia Gravis

Dr Diego de Castro28/04/2021,
Compartilhe

No início, pode parecer que seu diagnóstico só muda aspectos da vida como ajustar a medicação, aprender a reconhecer sintomas, etc. A Miastenia gravis (MG), no entanto, também pode afetar áreas de sua vida que você nunca esperava mudar.

Você pode achar a ingestão de alimentos mais desafiadora, pois a condição afeta os músculos que você precisa para respirar, bem como aqueles que você usa ao comer.

Mas é possível facilitar a alimentação com algumas orientações e atenção ao momento de alimentar-se. Neste artigo, Dr Diego de Castro, Neurologista e Neurofisiologista pela USP, fornece algumas orientações para facilitar a alimentação das pessoas com Miastenia gravis.

Como a Miastenia Gravis Afeta a Alimentação

Para algumas pessoas com Miastenia gravis, tanto a doença quanto os tratamentos podem afetar sua capacidade de comer.

Conforme a Myasthenia Gravis Association of Western Pennsylvania, a Miastenia gravis pode causar fraqueza muscular na mandíbula e garganta, o que dificulta a mastigação e para engolir alimentos.

A fadiga severa também pode tornar difícil mastigar, engolir ou até mesmo ter a energia para fazer uma refeição. Além disso, alguns medicamentos causam náuseas ou diarreia.

Preocupações Especiais de Alimentação para Pacientes com Miastenia Gravis

Recomendações da Mayo Clinic apontam a importância de fazer um esforço para comer uma dieta equilibrada com a combinação certa de nutrientes. Isso é importante para que:

  • Seu corpo funcione bem
  • Seus ossos permaneçam fortes
  • Você tenha energia para ser ativo.

Mas quando você tem Miastenia, é necessário atentar-se para tornar mais fácil obter os nutrientes que seu corpo precisa.

Segundo a Myasthenia Gravis Foundation Of America, os pilares de uma boa alimentação em pessoas com miastenia são:

  • Os alimentos que você escolhe
  • Como você prepara alimentos
  • A maneira como você mastiga
  • Como você se senta quando alimenta-se
  • Quando você faz as suas refeições.

Recomendações

Efeitos Colaterais da Medicação

Segundo a Myasthenia Gravis Foundation of America, a medicação para Miastenia gravis pode causar diarreia ou dor estomacal. E a diarreia pode baixar os níveis de potássio. Para contornar este problema:

  • Evite alimentos gordurosos, picantes ou ricos em fibras
  • Evite alimentos lácteos, exceto o iogurte que pode acalmar problemas digestivos
  • Dê preferência a alimentos leves como banana, arroz branco, ovos e frango
  • Garanta a ingestão de alimentos ricos em potássio, como suco de laranja, banana, batatas, abacates e damascos.

Esteroides, como a prednisona fazem seu corpo inchar, devido à retenção de fluidos, e também podem causar osteoporose. Para contornar estes efeitos, procure:

  • Evitar a ingestão de alimentos com muito sal, como batatas fritas, refeições congeladas ou sopa enlatada, carnes defumadas e curadas e salgadinhos.
  • Usar uma variedade de temperos de sua preferência, para substituir o sal.
  • Comer alimentos ricos em cálcio como iogurte, tofu macio, salmão ou brócolis, ou tome um suplemento de cálcio para manter seus ossos fortes.
  • Pergunte ao seu médico sobre a sua alimentação, para saber se há necessidade de tomar um suplemento de cálcio/vitamina D.

Dificuldades com a Deglutição

Pode levar algum tempo para aprender que combinação de hábitos alimentares funcionam para você. Mas orientações da Health Union podem ajudar a estabelecer algumas práticas que facilitam o momento da refeição:

  • Umedeça alimentos sólidos com molho, caldo, creme de leite ou iogurte
  • Escolha frango ou peixe em vez de carnes mais duras
  • Evite alimentos secos como biscoitos, arroz, castanhas, batatas fritas ou pipoca
Umedecer alimentos sólidos facilita a deglutição

Para reduzir o risco de alimentos entrarem acidentalmente em seus pulmões (chamado de "aspiração"):

  • Engrosse todos os fluidos à consistência recomendada pelo seu médico ou fonoaudiólogo
  • Lembre-se que sorvete e picolés derretem em um fluido fino na boca, e que uma vez que você mastiga frutas, o suco liberado também é um líquido fino
  • Tenha cuidado ao engolir alimentos de consistência mista, por exemplo, cereal com leite, sopas e salada de frutas misturada em sucos.

Para Reduzir a Fadiga

Informações da FindMeCure Foundation apontam que a fadiga, sintoma clássico da Miastenia, pode causar ansiedade no paciente, em relação ao momento de alimentar-se. Isso pode fazer com que ele mastigue pouco e precise engolir grandes pedaços de alimentos. Mas é importante concentrar-se no fato de que comer não precisa ser uma tarefa e você pode apreciar este momento. Tome estas medidas para garantir que você tenha energia suficiente para suas refeições:

  • Tenha várias pequenas refeições durante o dia, ao invés de grandes refeições
  • Descanse antes das refeições
  • Coma sua maior refeição no início do dia, quando tiver mais energia
  • Pique ou desfie alimentos sólidos (como carne)
  • Coma devagar
  • Descanse entre cada mordida
  • Coma pequenas mordidas de comida
  • Procure não conversar durante as refeições
  • Pergunte ao seu médico sobre algum medicamento que você possa tomar pouco antes da hora da refeição

Posição Adequada para Comer

Segundo artigo publicado no Journal of Medical Case Reports, a disfagia é um importante sintoma a considerar no tratamento da Miastenia gravis. Além do gerenciamento médico, a terapia de deglutição também desempenha um papel importante. As intervenções apropriadas incluem modificação da dieta, técnicas comportamentais e posturais e exercícios ativos para maximizar a força dos músculos orofaríngeos.

Posicione seu corpo para diminuir o risco de asfixia enquanto come. Sempre sente-se de forma ereta em sua cadeira nas refeições. Converse com seu fisioterapeuta sobre técnicas posturais e os exercícios que podem ser realizados.

Músculos fracos na garganta podem fazer você tossir enquanto come ou bebe. Se você começar a tossir durante uma refeição:

  • Incline seu corpo levemente para a frente
  • Respire lentamente pelo nariz em vez de boca
  • Tente relaxar.

Cuidados com a Digestão

Segundo a Conquer Myasthenia Gravis, a ingestão de alimentos gordurosos, oleosos, picantes ou gordurosos pode piorar a dor de estômago. E, enquanto alguns alimentos lácteos podem desencadear diarreia, o iogurte pode ser bom para a digestão.

Alimentos com muita fibra também podem ser difíceis de digerir ou causar diarreia. Também é recomendado evitar lanches como pipoca, vegetais crus ou frutas secas. Cafeína no café ou chá pode piorar a diarreia.

Lembre-se de que você não é a primeira pessoa a ser diagnosticada com MG. Então, você não precisa fazer tudo sozinho. Embora possa parecer difícil ter uma alimentação saudável neste momento, não desanime. Não seja muito duro consigo mesmo e traga suas dúvidas e dificuldades para o consultório.

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especialista em eletroneuromiografia e Miastenia gravis. Cuida de pacientes com miastenia e outras condições neurológicas raras.

Também disponibiliza informações para pacientes e familiares. Leia nossos artigos:

Gostou desse artigo? Compartilhe com amigos! Siga-nos nas redes sociais para saber mais!

Estamos atendendo também por telemedicina para todo o Brasil. Conheça nossa história e trajetória.

Dr Diego de Castro Neurologista em Vitória: Avenida Americo Buaiz, 501 - Victória Office Tower - Torre Leste - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911
(27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram