São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Estimulação Magnética Transcraniana no Tratamento da Depressão e outras doenças

Dr. Diego de Castro dos Santos28/11/2018,
Compartilhe

A Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) é um tratamento eficaz para depressão, capaz de melhorar a vida dos indivíduos. Segundo a Mayo Clinic, a estimulação magnética transcraniana pode ser usada para tratamento de depressão nas seguintes situações:

  • Pacientes que já usaram 02 classes de antidepressivos e continuam depressivos
  • Pacientes com intolerância a medicamentos ou alergias
  • Dificuldade ou impossibilidade de tratamento com medicamentos orais
  • Casos graves de depressão
  • Opção do paciente

Além do tratamento da depressão, a EMT juntamente com a Estimulação Cerebral Profunda e a Estimulação Elétrica Transcraniana são modalidades terapêuticas para diversas condições neurológicas e psiquiátricas. Essas técnicas de tratamento são denominadas neuromodulação. Elas têm em comum a capacidade de atuar como moduladores das atividades cerebrais melhorando sua função em indivíduos doentes.

Neste artigo, abordaremos a Estimulação Magnética Transcraniana no tratamento da depressão, sua realização e outras indicações.

Como a Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) age no tratamento da depressão?

A Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) ou do inglês Transcranial Magnetic Stimulation (TMS) é um procedimento médico não-invasivo, simples de ser aplicado e capaz de estimular o cérebro de forma indolor. Esta técnica tem demonstrado resultados clínicos satisfatórios no tratamento da depressão e também no controle das crises auditivas da esquizofrenia.

O princípio da Estimulação Magnética Transcraniana consiste em:

  1. Uso de campos magnéticos para estimular as células nervosas cerebrais
  2. Ativação de áreas cerebrais que estão com metabolismo diminuído
  3. Inibição de áreas cerebrais que estão hiperfuncionantes

Durante a sessão, uma bobina eletromagnética é posicionada contra o couro cabeludo. A bobina contém um eletroímã que produz pulsos magnéticos. Esses, por sua vez, são direcionados para uma região cerebral de interesse e estimulam as células nervosas cerebrais, possibilitando a ativação ou a inibição das funções cerebrais.

Diferentemente das técnicas de Estimulação Cerebral Profunda, na Estimulação Magnética Transcraniana não é realizada cirurgia nem implante de eletrodos. Este procedimento não causa convulsões e também não necessita de sedação com anestesia.

Tratamento para Depressão com Estimulação Magnética Transcraniana

Atualmente, está liberado pelo Conselho Federal de Medicina o tratamento da depressão com Estimulação Magnética Transcraniana. Obviamente, o tratamento com EMT é regularizado em todo o Brasil e não serve só para depressão. A técnica de estimulação magnética também é indicada para controle dos sintomas de alucinação auditiva em pacientes com esquizofrenia.

Para cada condição de saúde, é estabelecido um protocolo diferenciado de aplicação, que inclui parâmetros de estimulação, intensidade do estímulo magnético, direção de posicionamento no crânio, tempo necessário para as sessões e duração do tratamento.

Segundo a Universidade de Harvard nos Estados Unidos, a Estimulação Magnética Transcraniana é um tratamento validado para depressão. Pacientes com depressão refratária, ou seja, que não apresentam resposta satisfatória com medicação e psicoterapia, apresentam redução ou desaparecimento dos sintomas com a Estimulação Magnética Transcraniana.

Entenda o passo a passo da Estimulação Magnética Transcraniana na Depressão:

  • Uma bobina eletromagnética é colocada contra o couro cabeludo, na região próxima à testa onde profundamente está o córtex frontal.
  • O eletroímã produz pulsos magnéticos que atuam sobre as células nervosas cerebrais dessa região.
  • Tais células estão envolvidas no controle do humor e nos pacientes depressivos costumam estar funcionando de maneira inadequada.
  • A  EMT atua no tratamento da depressão pois é capaz de ativar essas estruturas modulando e melhorando sua atividade.
  • Uma série de pelo menos 20 sessões são necessárias para melhora clínica.

Como é realizada a Estimulação Magnética Transcraniana?

  • A Estimulação Magnética Transcraniana geralmente é realizada no consultório médico.
  • A estimulação é feita em uma área específica do córtex, de acordo com o objetivo do procedimento.
  • Os estímulos podem aumentar ou reduzir a atividade cerebral, dependendo da frequência dos pulsos.
  • É necessária uma série de sessões para o tratamento ser eficaz. As sessões duram, em média, 15-20 minutos.
  • Durante a primeira semana do tratamento, as sessões são realizadas diariamente totalizando cerca de 20 sessões.
  • A seguir, passamos a espaçar para uma vez por semana, quinzenalmente e mensalmente, apenas para manutenção.
  • Durante a sessão, o paciente permanece acordado e pode retornar às suas atividades logo a seguir.
  • A técnica é considerada segura e não apresenta efeitos colaterais, nem causa prejuízos à cognição.
  • Alguns pacientes apenas relatam um leve desconforto no couro cabeludo durante a aplicação.

Se você é portador de depressão e acredita que os seus sintomas podem melhorar com o tratamento de EMT, converse com o seu neurologista de confiança sobre a indicação desta abordagem terapêutica para o seu caso.

Estimulação Magnética Transcraniana

Tratamento da Alucinação Auditiva na Esquizofrenia com EMT

Além da depressão, diversos estudos validaram o uso da Estimulação Magnética Transcraniana da tratamento das alucinações auditivas na esquizofrenia. Segundo o NIH, a esquizofrenia é uma doença mental caracterizada por uma ampla desorganização dos processos mentais, envolvendo sinais e sintomas nas áreas de pensamento, percepção e emoções, em que a pessoa perde o sentido de realidade, tornando-se incapaz de distinguir a experiência real da imaginária.

As alucinações auditivas são sintomas frequentes nos pacientes esquizofrênicos. Estudos mostram que elas são causadas por excessiva sensibilidade do sistema cortical cerebral relacionado à percepção da fala.

Dessa forma, a Estimulação Magnética Transcraniana em baixa frequência na região temporoparietal esquerda pode reduzir a excitabilidade neural nesta região, diminuindo ou mesmo extinguindo estes sintomas.

Outros usos da Estimulação Magnética Transcraniana além do Tratamento da Depressão

Depressão e alucinações auditivas já possuem uma grande evidência de benefício de tratamento com EMT. Pesquisas atuais têm utilizado a técnica também para:

  • Reabilitação após AVC
  • Traumatismo cranioencefálico
  • Tratamento de dor de difícil controle
  • Sintomas da Doença de Parkinson
  • Distonias
  • Outras condições neurológicas como as ataxias.

Os resultados da maioria desses trabalhos são positivos e animadores. No entanto, nenhuma dessas pesquisas mostrou que a EMT é capaz de curar ou é superior a tratamentos convencionais.

Ao presente momento, as pesquisas com EMT apontam que a técnica é uma possível ferramenta para terapia complementar nos processos de reabilitação. O Conselho Federal de Medicina e outras autoridades de assistência à saúde aguardam o resultado de outros estudos em andamento para endossar a indicação de EMT para outras doenças além de depressão.

Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista e neurofisiologista pela USP e cuida de pessoas com diferentes condições neurológicas por meio de estimulação magnética transcraniana e outras técnicas de neuromodulação.

Saiba mais sobre depressão e outras condições neurológicas, lendo nossos artigos:

Nossas informações de contato:

Rua Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista
São Paulo - SP, 01332-904
(11) 3262-4745

Tratamento da Depressão em Vitória ES - Dr Diego de Castro Neurologista

Em Vitória Espírito Santo, estamos estruturando um serviço de Estimulação Magnética Transcraniana para tratamento da depressão.

Entre em contato com Dr Diego de Castro Neurologista para uma avaliação no endereço abaixo:

Avenida Americo Buaiz, 501 - Victória Office Tower - Torre Leste - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911
(27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram