São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Insônica - Dificuldade de Dormir

Dr Diego de Castro
06/10/2021
Compartilhe

Cerca de 10.000 brasileiros pesquisam no google mensalmente o termo "insônica". Na verdade, o número reflete quão comum é a dificuldade de dormir ou iniciar o sono.

Mais do que isso, o número demonstra características ainda mais relevantes sobre os indivíduos que referem ter "insônica". Segundo pesquisa publicada na Revista Sleep:

  • Os indivíduos podem ter tanto dificuldade de iniciar o sono, quanto de se manter dormindo
  • Quem apresenta ambos os sintomas têm maior risco de depressão e ansiedade
  • Pessoas com dificuldade de dormir têm 10 vezes mais chance de ter depressão
  • Indivíduos que relatam ter "insônica" possuem 17 vezes mais chance de ter ansiedade

Neste artigo, Dr Diego de Castro, Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre a dificuldade de dormir, suas causas, sintomas e formas de gerenciar a condição.

O que Significa "Insônica"?

Apesar dos pacientes chamarem popularmente a condição de "insônica" o termo médico correto, segundo a língua portuguesa, é insônia. E, de acordo com a Sleep Foundation, ela é definida como:

"Dificuldade de começar o sono ou mantê-lo, que atrapalha a vida do indivíduo, e vem acompanhada de: Fadiga, baixa energia, alterações do humor, diminuição da performance no trabalho ou escola".

De acordo com a American Psychologycal Association, cerca de 35% da população adulta relata sofrer de "insônica", o que gera uma série de impactos:

  • Diminuição da produtividade no trabalho
  • Diminuição do rendimento na escola e faculdade
  • Aumento de faltas no serviço
  • Acidentes e hospitalizações
  • Aumento da chance de alcoolismo
  • Gastos excessivos com remédios ou outros tratamentos.

"Insônica" - Confira se é seu Caso

Segundo o NHS, você provavelmente sofre de "insônica", caso:

  • Considere difícil ir dormir
  • Acorde várias vezes durante a noite
  • Desperta espontaneamente muito cedo e não consegue retomar o sono
  • Sente-se cansado durante o dia
  • Não consegue pregar os olhos mesmo sentindo-se exausto
  • Sente-se irritado continuamente
  • Não consegue se concentrar no trabalho ou qualquer atividade devido ao cansaço
  • Você já está sentindo esses sintomas por meses ou anos

Se você respondeu sim para a maioria dessas perguntas, isso indica que seu sono não está adequado. Considere uma avaliação médica para analisar o seu caso com respeito e consideração. Sua vida pode melhorar muito ao ficar livre desses sintomas.

O que Pode Causar "Insônica"?

Conforme a Mayo Clinic, a "insônica" geralmente é resultado de eventos de vida ou hábitos que dificultam o sono. As causas mais comuns incluem:

  • Estresse, preocupações, eventos ou traumas, como a morte ou doença de um ente querido, divórcio ou perda de emprego
  • Jet lag - viagem ou trabalho que modifiquem seus horários de dormir e acordar, ou seja, os ritmos circadianos do seu corpo
  • Maus hábitos de sono, como horário irregular de dormir, cochilos, atividades estimulantes antes de dormir, ambiente de sono desconfortável
  • Comer muito tarde da noite
  • Ingerir álcool, café, chá e outras bebidas estimulantes no final da tarde ou à noite.

A dificuldade para dormir também pode estar associada a condições médicas ou ao uso de determinadas drogas. Tratar a condição médica pode ajudar a melhorar o sono, mas, em alguns casos, pode persistir após o melhora da condição médica.

Outras causas comuns incluem:

  • Transtornos de saúde mental
  • Uso de algumas classes de medicamentos
  • Condições médicas ligadas à dificuldade de dormir, como:
    • Dor crônica
    • Câncer
    • Doença do refluxo gastroesofágico
    • Tireoide hiperativa
    • Doença de Parkinson
    • Doença de Alzheimer
    • Apneia do sono.

O sono muitas vezes se torna menos tranquilo à medida que envelhecemos, então o barulho ou outras mudanças no seu ambiente são mais propensos a acordá-lo. Com o avanço da idade, seu relógio interno também se modifica: você se sente mais cansado no início da noite e acorda mais cedo pela manhã.

Neste vídeo, você pode saber mais sobre a Estrutura do Sono e os distúrbios que podem afetar este equilíbrio:

Técnicas de Gerenciamento e Prevenção

De acordo com a Stanford Health Care, muitas pessoas conseguem restaurar o sono tranquilo, praticando os seguintes cuidados:

  • Crie bons hábitos de sono
  • Mantenha regularidade nos horários de dormir ou acordar mesmo nos fins de semana
  • Permaneça fisicamente ativo
  • Não tire sonecas durante o dia, isso atrapalhará seu sono à noite
  • Não beba café ou álcool à noite
  • Não fume
  • Prefira refeições leves antes de dormir
  • Faça do seu quarto um lugar tranquilo, escuro, bem ventilado e confortável
  • Crie um ritual de sono com horários fixos, banho quente, um chá calmante (erva doce, por exemplo) e uma música relaxante.

Se essas medidas não funcionarem, seu médico pode recomendar terapia cognitiva comportamental, uso de medicamentos ou ambos os métodos de tratamento, pois eles ajudam a melhorar seu nível de relaxamento e, consequentemente, o sono.

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP e, além desse artigo sobre "insônica", escreve conteúdos sobre outros problemas do sono e muitas condições neurológicas. Continue aprendendo sobre dificuldade de dormir, lendo nossos artigos:

Dr Diego de Castro Neurologista: Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram