São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Miastenia Gravis - Sintomas | Dr Diego de Castro Neurologista

Dr. Diego de Castro dos Santos17/07/2020,
Compartilhe

Segundo o NHS, os sintomas da Miastenia gravis são causados por uma falha da comunicação entre o nervo e o músculo. Esses sintomas decorrem da inflamação em uma região chamada junção neuromuscular.

A Miastenia gravis é uma doença inflamatória auto-imune. Por meio de anticorpos, o próprio organismo ataca a junção entre o nervo e o músculo, produzindo falha da comunicação dessas estruturas.

Os principais sintomas da Miastenia gravis estão relacionados a fraqueza ou fadiga muscular e incluem:

  • Perda de força flutuante (força que oscila ao longo do dia)
  • Visão dupla
  • Queda da pálpebra
  • Alterações da voz
  • Dificuldade de fala
  • Dificuldade de mastigação
  • Graus variados de falta de ar

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista pela USP e especialista em miastenia, explica os principais sintomas da Miastenia gravis.

Sintomas da Miastenia gravis

De acordo com a Mayo Clinic, os sintomas da Miastenia gravis variam muito entre os indivíduos a depender de:

  • Idade;
  • Sexo;
  • Tipo de autoanticorpo:
    • Anticorpo Anti AChR;
    • AntiMuSK;
    • Soronegativa;
  • Presença de outras doenças;
  • Tratamento adequado.

Um paciente pode apresentar sintomas muito leves, enquanto outro pode apresentar formas mais graves da doença. Por esse motivo, cada paciente é único e não deve ser comparado a outro.

Em linhas gerais, o principal sintoma da miastenia é a fraqueza muscular flutuante. Segundo o NINDS, essa forma de fraqueza é denominada fatigabilidade. O músculo fica esgotado, enfraquecido quando utilizado, e o repouso tende a recuperar parcialmente sua força.

Além do uso da musculatura, os sintomas de perda de força muscular também podem ser precipitados por:

  1. Infecções
  2. Estresse
  3. Problemas do sono
  4. Medicamentos.
miastenia gravis sintomas

Miastenia Gravis - Sintomas mais Comuns

De acordo com Cleveland Clinic, a Miastenia gravis é uma doença cujo sintoma mais comum é fraqueza muscular. Em potencial, qualquer músculo pode ser atingido pela Miastenia gravis. No entanto os músculos mais comumente afetados são os:

  • Músculo da pálpebra
  • Movimentação dos olhos
  • Face (sorrir por exemplo)
  • Envolvidos na mastigação
  • Responsáveis pela deglutição (engolir)
  • Da fonação (falar)
  • Necessários para a respiração
  • Responsáveis pela sustentação do pescoço
  • Músculos dos ombros e coxas

Portanto, os principais sintomas da miastenia resultam do envolvimento desses músculos e incluem:

  • Queda da pálpebra
  • Estrabismo
  • Dificuldade de sorrir (sorriso torto)
  • Visão Dupla ou borrada
  • Dificuldade de engolir alimentos líquidos
  • Voz anasalada ou "fanha"
  • Dificuldade de mastigar alimentos sólidos
  • Falta de ar
  • Dificuldade de manter a cabeça ereta (cabeça caída)
  • Fraqueza para erguer os braços ou pernas

Subtipos de Miastenia Gravis - Sintomas

Baseado na National Organization of Rare Disease, existem diversos subtipos de miastenia. Cada um deles determina diferentes sintomas da Miastenia gravis. Os subtipos mais comuns são:

  • Miastenia gravis Ocular: Sintomas restrito aos Olhos (visão dupla, queda da pálpebra, estrabismo)
  • Forma bulbar: Sintomas relacionados a boca e faringe (Dificuldade de engolir, mastigar, falar)
  • Miastenia gravis forma generalizada: Sintomas que acometem todo o corpo (principalmente fadiga generalizada)

Forma Ocular

Pesquisas publicadas no The Lancet Neurology demonstram que a musculatura do olho é vulnerável à inflamação da miastenia. Por esse motivo, sintomas oculares são muito comuns. Conforme dissemos anteriormente, queda da pálpebra e visão dupla que piora ao longo do dia e melhora com o descanso são os sintomas mais comuns.

Cerca de 1 em cada 5 pacientes apresenta a forma restrita aos olhos (forma ocular). No primeiro ano de sintoma, há possibilidade da forma ocular se transformar na forma generalizada.

No entanto, após 02 anos, esses pacientes podem não apresentar sintomas em nenhuma outra parte do corpo e a doença permanecer unicamente nos olhos. Escrevemos um artigo inteiro sobre a forma ocular. Leia em: Miastenia Gravis Ocular - Sntomas, Diagnóstico e Tratamento.

Forma Bulbar

Os pacientes com a forma bulbar têm alterações da fala ("voz no nariz", "anasalada", "ficar fanho"). Esses pacientes podem apresentar engasgos frequentes, sensação de "estar entalado", dificuldade de mastigar e engolir.

A forma bulbar pura da miastenia é menos comum. Ela está associada a presença do Anticorpo AntiMuSK.

Indivíduos com presença do Anticorpo AntiAChR também podem apresentar sintomas bulbares, mas em geral associados a alterações nos olhos.

Algumas vezes, os sintomas bulbares também estão presentes na forma generalizada da doença.

Forma Generalizada

A forma generalizada possui uma ampla variedade de sintomas em todo o corpo. No entanto, o mais marcante são os sintomas de fadiga e fraqueza dos braços e pernas que pioram ao longo do dia.

Esses pacientes podem ter fraqueza da musculatura respiratória e também apresentarem falta de ar.

Algumas vezes, os pacientes podem relatar sensação de "paralisia", principalmente quando a doença está sem tratamento adequado.

Apesar de potencialmente mais grave, os sintomas da Miastenia gravis generalizada podem apresentar boa resposta ao tratamento.

Sintomas da Miastenia

Sintomas da Miastenia Gravis - Crise Miastênica

De acordo com pesquisas recentes, chamamos de crise miastênica a descompensação da miastenia que acarreta sintomas de intensa falta de ar e dificuldade de engolir. Essa é uma condição potencialmente grave que demanda tratamento de emergência. Os pacientes devem procurar um pronto-socorro imediatamente.

Apesar da gravidade, esses sintomas são tratáveis. O paciente poderá precisar de:

  • Internação em emergência ou UTI
  • Oxigênio e assistência ventilatória
  • Sonda para alimentação
  • Medicações Corticosteroides em altas doses
  • Imunoglobulina e plasmaférese
  • Anticorpos monoclonais

A crise miastênica pode ocorrer diante de infecções, estresse, uso de medicamentos que interfiram na junção neuromuscular e quando a doença está fora de controle.

Miastenia Gravis - Sintomas Melhoram com o Tratamento

Tão importante quanto entender a própria condição é não se entregar a ela. Os sintomas da Miastenia gravis podem ser limitantes, mas têm tratamento.

Ainda que a miastenia não tenha cura, o tratamento melhora a qualidade de vida dos indivíduos. Não se entregue a sua condição ou ao medo. Procure ajuda médica especializada e histórias inspiradoras.

Lembre-se que o tratamento é longo e contínuo. Na maioria dos casos são necessários 6 meses a 01 ano e muitas medicações para controlar os sintomas.

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especialista em eletroneuromiografia e Miastenia gravis. Cuida de pacientes com miastenia e outras condições neurológicas raras.

Também disponibiliza informações para pacientes e familiares. Leia nossos artigos:

Gostou desse artigo? Compartilhe com amigos! Siga-nos nas redes sociais para saber mais!

Estamos atendendo também por telemedicina para todo o Brasil. Conheça nossa história e trajetória: https://especialidades-neurologicas.webnode.com/sobre-nos/.

Dr Diego de Castro Neurologista: Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Dr Diego de Castro Neurologista
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram