São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Migrânea - Causas e Tratamento

Dr Diego de Castro
01/09/2021
Compartilhe

Migrânea é um tipo de dor de cabeça latejante conhecida popularmente como enxaqueca. O nome migrânea tem origem grega "hemi" "metade" "kranion" "cabeça" e designa a dor que afeta metade da cabeça.

De acordo com a Academia Americana de Neurologia, a migrânea pode afetar cerca de 10% dos adultos, sendo mais comum em mulheres. Ela pode ocorrer ocasionalmente (migrânea episódica) ou quase que diariamente (migrânea crônica) e estar associada a outros sintomas neurológicos.

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista pela USP explica o que é a migrânea, tipos, sintomas, causas e tratamentos.

O que é a Migrânea?

Segundo o NHS, a migrânea geralmente é uma dor latejante ou pulsante de moderada a forte intensidade que afeta um lado da cabeça.  Além da dor, ela é associada a fenômenos de incômodo a luz, barulho, irritabilidade e lentidão mental.

Uma migrânea é muito mais do que uma dor de cabeça. Ela pode ser considerada uma doença neurológica capaz de deixá-lo na cama por dias! Movimento, luz, som e outros gatilhos podem causar sintomas como dor, cansaço, náusea, distúrbios visuais, dormência e formigamento, irritabilidade, dificuldade de falar, perda temporária de visão e muito mais.

Sintomas

Segundo The Migraine Trust, os sintomas da migrânea podem ser incapacitantes e prejudicar a vida social e capacidade laboral dos indivíduos. Os sintomas mais comuns são:

  • Dor na região da testa (frontal) ou no lado da cabeça (temporal)
  • A dor "lateja" ou "pulsa"
  • Os episódios são em ataques (crises de dor) com duração de 4 - 72 horas
  • Os pacientes apresentam aversão a diversos estímulos sensoriais:
    • Luz (Fotofobia)
    • Ruídos (Fonofobia)
    • Cheiros forte (Osmofobia)
  • A dor pode ser associada a náusea ou vômitos
  • Após término de uma crise, há sonolência ou lentidão mental
sintomas da migrânea
Uma migrânea é muito mais do que uma dor de cabeça. Ela pode ser considerada uma doença neurológica capaz de deixá-lo na cama por dias!

Aura da Migrânea

Em cerca de 25% dos casos, o ataque de migrânea é antecedido por uma série de sintomas neurológicos denominados aura. A aura migranosa pode assustar muito os pacientes, principalmente nos primeiros episódios. Os sintomas da aura são transitórios, duram cerca de 15-60 min e incluem:

  • Sintomas visuais
    • Embaçamento visual
    • Pontos luminosos na visão que se movimentam (moscas volantes)
    • Apagamento de parte do campo visual (escotomas)
  • Sintomas sensitivos
    • Dormência na face
    • Dormência em metade do corpo ou no corpo todo
  • Sintomas de Tronco cerebral
    • Zumbido no ouvido
    • Vertigem ou Tontura
    • Visão dupla

Os pacientes tendem a apresentar um mesmo padrão de aura. Ela costuma ser "o aviso" de que a dor de cabeça começará logo depois ao seu término.

Tipos

Pesquisas da Revista Cephalalgia mostram que a migrânea pode ser classificada em diferentes tipos:

  • Quanto a frequência da dor de cabeça:
    • Episódica - Forma mais comum. Ocorre ocasionalmente em forma de ataques ao longo do ano
    • Crônica -  Os ataques de dor de cabeça latejante ocorrem 15 dias ou mais por mês durante mais de 3 meses
    • Transformada - A dor de cabeça ao invés de latejante se tornou em aperto e em peso. É resultado da falta de tratamentos ou medicamentos inadequados
  • Quanto a presença de fenômeno de aura:
    • Migrânea com aura - Os ataques de dor de cabeça são antecedidos por alterações visuais, dormências ou vertigem
    • Migrânea sem aura - Forma mais comum. A dor geralmente se inicia com náusea e aversão a estímulos
    • Aura sem migrânea - Situação em que há o fenômeno de aura isoladamente, sem dor de cabeça

Causas

As causas precisas da migrânea ainda não são esclarecidas. No entanto, pesquisa da Revista Nature aponta para uma série de alterações cerebrais como:

  • Células nervosas (neurônios) hiperexcitáveis produzem respostas anormais a estímulos sensoriais
  • Hiperativação dos neurônios do gânglio trigeminal e de seus prolongamentos sobre os vasos sanguíneos (sistema trigeminovascular)
  • Atividade elétrica cerebral que se difunde sobre todo cérebro como uma onda
  • Alterações do fluxo sanguíneo cerebral durante a aura (fenômeno reológico)
  • Liberação de neurotransmissores inadequadamente como serotonina e substância P

Segundo o US National Libray of Medicine, acredita-se que a migrânea tenha uma causa genética, que predispõe as crises, e que fatores do meio externo (ambiente) e interno (do próprio organismo) deflagrariam as crises.

De acordo com pesquisa da Headache, esses fatores que causam as crises são denominados triggers ou gatilhos da migrânea e incluem:

  • Estresse
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Má qualidade de sono
  • Alterações hormonais (ciclo menstrual)
  • Excesso de luz, ruído ou cheiros fortes
  • Alimentos
  • Medicamentos

Diagnóstico

Segundo a Mayo Clinic, para o diagnóstico da migrânea, o neurologista considera:

  • História clínica: Tipo de dor, frequência, sintomas associadas, presença da aura
  • Exame Neurológico: Deve ser normal e não apresentar nenhuma alteração
  • Exames complementares: Uma ressonância, tomografia e exames laboratoriais poderão ser solicitados para afastar outras condições

Muitos pacientes ficam aflitos, uma vez que a migrânea é tão incapacitante e os exames estão normais. Isso ocorre porque as alterações estão a nível celular e não podem ser avaliadas com exames convencionais, salvo em centro de pesquisas em neurofisiologia.

Tratamento

De acordo com o The New England Journal of Medicine, o tratamento da migrânea tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos. Lembre-se que esta é uma das 10 condições mais incapacitantes do mundo moderno, portanto não a ignore. Cuidar de você é melhorar diversos aspectos da sua vida íntima e profissional.

O tratamento da migrânea envolve uma série de fatores:

  • Controle dos desencadeantes:
    • Cuidados com alimentação
    • Boas Práticas de Sono
    • Manejo do estresse, ansiedade e depressão (quando presentes)
  • Tratamento preventivo - Estratégias para prevenir as crises de dor:
    • Medicamentos
    • Aplicação de Botox
    • Bloqueio Anestésico de Nervos cranianos
    • Estimulação de nervos cranianos
  • Tratamento abortivo -  Estratégias para parar a dor já iniciada:
    • Medicamentos
    • Estimulação de Nervos cranianos

O tratamento preventivo sempre é utilizado em pacientes com crises incapacitantes ou muito frequentes. Ele evita que os pacientes tornem-se dependentes dos analgésicos. O objetivo é evitar o início das crises de migrânea. Segundo pesquisa da Revista Cephalalgia, entre os medicamentos que podem ser utilizados nesse processo estão:

  • Reposição de vitaminas do complexo B
  • Antidepressivos como amitriptilina, venlafaxina
  • Anticonvulsivantes como topiramato, valproato
  • Medicamentos que atuam sobre os vasos cerebrais como propranolol, flunarizina
  • Anticorpos monoclonais como erenumab, frenemezumab, galcanezumab
  • Toxina Botulínica (Botox)

Saiba mais sobre o tratamento preventivo da migrânea, assistindo a este vídeo:

Nos casos graves, o melhor tratamento preventivo da migrânea é a aplicação de botox ou o uso de anticorpos monoclonais.

Uma vez que a dor se iniciou, deve-se utilizar medicamentos para interrompe-la (tratamento abortivo da crise). Entre eles estão:

  • Hidratação
  • Analgésicos comuns
  • Anti-inflamatórios
  • Medicamentos da classe dos triptanos
  • Corticosteroides
  • Antipsicóticos

Por vezes, as crises de migrânea são tão fortes e incapacitantes que devem ser manejadas em pronto-socorro. Estes pacientes se beneficiam muito dos tratamentos preventivos (aplicação de botox, entre outros).

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP e cuida de pacientes com migrânea. Realiza aplicação de botox, bloqueio de nervos cranianos, entre outras tratamentos.

Gostou desse artigo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Apesar de frequentemente ser subvalorizada, migrânea não é frescura. Por isso, disponibilizamos mais informação para você conhecer sua condição e seu tratamento:

Estamos disponíveis para avaliar seu caso por telemedicina ou no endereço abaixo:

Dr Diego de Castro Neurologista - Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

Posts Relacionados:


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram