São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Alimentação e Dieta no Tratamento da Enxaqueca | Dr Diego de Castro

Dr Diego de Castro
16/12/2020
Compartilhe

Conheça a importância da alimentação e dieta no tratamento da enxaqueca. Diversos estudos da American Headache Society já demonstraram que cerca de 30% dos pacientes com enxaqueca têm crises de dor de cabeça associada a alimentação.

Alguns alimentos podem desencadear crises de enxaqueca em alguns pacientes. O início, a frequência, a duração e a gravidade dos ataques de dor de cabeça são variáveis.

Segundo a Mayo Clinic, a influência da alimentação na enxaqueca também é resultado de fatores como:

  • Genética
  • Estilo de vida
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Sedentarismo
  • Problemas de sono

Neste artigo, Dr Diego de Castro Neurologista pela USP explica como utilizar a influência da alimentação na dor de cabeça a seu favor.

A Alimentação no Tratamento da Enxaqueca

Segundo o NHS UK, os estudos de dietas e da alimentação para tratamento de enxaqueca acompanham o esforço pela alimentação saudável com menos conservantes e agrotóxicos.

Além disso, alguns alimentos são capazes de induzir ou agravar os ataques de dor de cabeça. Propriedades pró-inflamatórias ou o efeito de dilatar ou contrair os vasos da circulação cerebral são responsáveis pelo surgimento da dor.

Ainda assim, a variabilidade entre os pacientes é considerável. Portanto, reconhecer o tipo de alimento que pode ser o gatilho para a dor de cabeça pode ser útil na prevenção dessas crises.

Cuidados com Alimentação e Dieta na Enxaqueca

  • Entre os cuidados com alimentação e dieta no tratamento da enxaqueca reconheça suas sensibilidades alimentares.
  • Os indivíduos são diferentes. Uma substância inofensiva para um pode desencadear dor em outros pacientes.
  • Pessoas com enxaqueca variam em sua sensibilidade alimentar. As reações aos alimentos podem levar de meia hora a 72 horas para se desenvolver, o que dificulta a identificação de qual alimento causou a dor.
  • Por essa razão, recomenda-se que você mantenha um diário alimentar (anotações), com colunas de tempo, alimento, quantidade ingerida e sintomas apresentados.
  • Todo indivíduo é único, mas há categorias de alimentos que são mais propensos a desencadear crise de enxaqueca do que outros.
  • Intolerância a lactose e ao glúten podem se manifestar com piora da dor de cabeça.

Nesse vídeo entenda mais a influência da alimentação na Enxaqueca:

Segundo os estudos da Cleveland Clinic, os principais alimentos que desencadeiam enxaqueca: Excesso de cafeína, álcool e frutas cítricas.  Descrevemos um pouco mais sobre cada um desses alimentos. Também deixamos uma lista com outros alimentos que desencadeiam crises.

Cafeína e Compostos Estimulantes

  • A cafeína é um estimulante que pode alterar a eficácia de muitos medicamentos para tratamento da enxaqueca.
  • Por essa razão, a ingestão de cafeína deve ser limitada a no máximo 2-3 xícaras de café por dia.
  • Parar a ingestão de cafeína abruptamente pode causar dores de cabeça por abstinência de cafeína.
  • Uma dor de cabeça matinal pode ser causada por dormir até mais tarde do que no horário habitual, melhorando com uma xícara de café.
  • Assim, atenção especial deve ser dada ao café: Seu excesso é um grande desencadeador de dor cabeça e a rápida interrupção de seu consumo também.
  • Idealmente, prefira ingerir pequena quantidade de café de manhã e evite seu uso nos demais períodos do dia, principalmente após as 17h.
  • O chocolate também contém cafeína e outras substâncias químicas que imitam os efeitos da cafeína e é um alimento conhecido por desencadear enxaqueca.

Álcool

  • Algumas pessoas têm dor de cabeça por consumir qualquer bebida alcoólica.
  • Há pessoas que reagem principalmente ao vinho tinto que contém derivados polifenólicos.
  • Embora o polifenol seja possivelmente benéfico a saúde ele tem um efeito sobre a dilatação dos vasos cerebrais o que culmina com uma resposta de dor.

Frutas cítricas

  • Alguns pacientes com enxaqueca podem apresentar sensibilidade a alimentos ácidos principalmente as frutas cítricas como laranja e limão.
  • Identifique se você apresenta dor de cabeça ou mal estar após consumo desses alimentos.

Piores alimentos para quem tem enxaqueca

Talvez de todos os fatores que desencadeiam dor de cabeça o consumo de alimentos industrializados é o grande inimigo dos pacientes com enxaqueca. Isso porque eles estão presentes em uma grande variabilidade de alimentos e podem passar despercebidos.

Os condimentos e nitratos são usados para dar o gosto salgado e preservar o alimento por mais tempo. Essas substâncias estão presentes em:

  • Bacon
  • Presunto
  • Salames
  • Salsicha
  • Enlatados
  • Temperos prontos
  • Molhos (ketchup, mostarda)
  • Biscoitos do tipo “chips”.
  • Corantes presentes nos refrigerantes e sucos industrializados
  • Adoçantes
dieta para enxaqueca

Você está lendo: Conheça a Influência da Alimentação na Dor de Cabeça

Alimentos que ajudam pacientes com Enxaqueca

Há muitos alimentos recomendados para pacientes com enxaqueca e que devem sempre estar presentes na alimentação e dieta dos enxaquecosos. Devem fazer parte da dieta dos pacientes com enxaqueca:

  • Abacate
  • Nozes
  • Azeite
  • Folhas verdes escuras
  • Vitaminas do Complexo B
  • Peixes e ômega-3
  • Iogurtes naturais
  • Gengibre

Alimentos Anti-Inflamatórios

Uma dieta baseada em alimentos anti-inflamatórios é uma abordagem importante para tratamento da enxaqueca:

  • Aumente a ingestão de nutrientes anti-inflamatórios que contenham ômega-3 e reduza a ingestão de outras gorduras.
  • O ômega-3 pode auxiliar a reduzir a gravidade das dores de cabeça quando consumido por mais de 8-12 semanas.
  • Em escolhas alimentares significa comer abacate, nozes, azeite e peixe e reduzir a ingestão de óleos processados.
  • O consumo de alimentos com vitaminas do complexo B é um fator protetor de dor de cabeça.
  • A vitamina B2 e B6 atuam na prevenção da dor de cabeça. Frutas, castanhas e folhas verdes diariamente são alimentos benéficos.
  • Alimentos ricos em fibra evitam altos e baixos de glicose no sangue - um importante fator desencadeante de crises.
  • gengibre é um importante aliado de quem tem enxaqueca. Um chá de gengibre pode abortar uma crise leve de enxaqueca. Introduza esse alimento na sua dieta substituindo por exemplo o café da tarde ou o chá preto.
  • Atenção especial aos iogurtes naturais. Os iogurtes naturais e o leite fermentado são probióticos e contém lactobacillus e não apresentam lactose (a lactose sofreu um processo de fermentação natural). Essas bactérias produzem substâncias anti inflamatórias.
  • Outros alimentos do grupo dos probióticos como o Kefir podem ser acrescentados na sua dieta.
dieta para enxaqueca

Alimentação e Dieta no Tratamento da Enxaqueca - Sugestão de Cardápio

  • Não fique em jejum.
  • Evite cortar bruscamente os carboidratos.
  • Alimente-se regularmente.
  • Mantenha-se sempre bem hidratado (pelo menos 2L de água).
  • Aprenda a cozinhar para não comer alimentos industrializados.
  • Evite bebidas alcoólicas.
  • Cuidado com o consumo excessivo de café e chocolate.
  • Não coma queijos amarelos, prefira os queijos frescos.
  • Evite consumir embutidos, enlatados e comidas condimentadas.
  • Fuja de fast-foods, chips, refrigerantes e sucos não naturais.
  • Coma iogurtes naturais e outros probióticos (como Kefir).
  • Acrescente alimentos ricos em ômega-3 na sua dieta.
  • Lembre-se que a vitamina B2 e B6 são aliadas para prevenir o surgimento de crises de dor de cabeça.
  • Alimentos ricos em fibras ajudam a manter os níveis de glicose no sangue estáveis e por isso previnem a dor de cabeça.
  • O chá de gengibre pode te auxiliar quando você está iniciando uma crise de dor de cabeça.

Cardápio para Enxaqueca

  • Considere esses cuidados com alimentação para o sucesso do tratamento da Enxaqueca.
  • Os gatilhos mais importantes são: jejum, restrição excessiva de carboidratos e a desidratação.
  • Pular ou atrasar refeições acarreta queda da glicose no sangue, desencadeando a crise de enxaqueca.
  • Você pode prevenir algumas crises, ao comer regularmente.
  • Beba muita água (2 litros por dia). Inclusive, água no início de uma crise de dor de cabeça pode ajudar a abortá-la.
  • Evite dietas “da moda” com alimentos não naturais, por exemplo, zero carboidratos ou grande restrição de alimentos.
  • Não corte de sua dieta as coisas que você gosta. Aprenda a cozinhar e coma de uma maneira natural e realmente saudável.

Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP e cuida de pessoas com enxaqueca e outras dores de cabeça.

Muitos pacientes sofrem com dores por acreditarem que apenas analgésicos resolverão o problema. Na verdade, o tratamento da cefaleia requer uma combinação de tratamentos médicos e abordagens não farmacológicas.

Gostou deste artigo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Aprenda mais sobre condições associadas e tratamentos:

Esteja sempre atento a:

  • Dietas saudáveis
  • Sono adequado
  • Tratamento da depressão e ansiedade
  • Atividade física
  • Identificação dos fatores desencadeantes.

Lembre-se de cuidar do seu sono, do seu humor, realizar atividades físicas. Além do tratamento com medicamentos a enxaqueca pode ser tradada com toxina botulínica.

Dr Diego de Castro Neurologista - Tratamento da Enxaqueca em Vitória ES

Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

No Espírito Santo, Dr Diego de Castro Neurologista em Vitória ES oferece um atendimento especializado para tratamento da Enxaqueca, na Enseada do Suá.

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

Dr Diego de Castro Neurologista - Tratamento da Enxaqueca em São Paulo

Em São Paulo, Dr Diego de Castro também oferece um atendimento especializado para tratamento da Enxaqueca.

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304 e (11) 98758-7663

Posts Relacionados:

Artigo publicado em 02 de janeiro de 2019 e atualizado em 16 de dezembro de 2020


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram