São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3262-4745 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Mudanças de Estilo de Vida no Tratamento do Paciente Fibromiálgico

Dr Diego de Castro
23/06/2021
Compartilhe

Há muitas pequenas Mudanças no Estilo de Vida do Paciente Fibromiálgico que podem ter um grande impacto na dor crônica e nos outros sintomas de fibromialgia.

Segundo a National Fibromyalgia Association, a fibromialgia é uma condição crônica que deve ser administrada ao longo do tempo. Uma vez que você começa a identificar aspectos da sua vida que podem estar contribuindo para seus sintomas, é possível começar a fazer mudanças positivas.

Neste artigo, Dr Diego de Castro, Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre como iniciar as práticas e modificações que podem ajudar a melhorar sua qualidade de vida.

A Qualidade de Vida do Paciente Fibromiálgico

Conviver com fibromialgia significa fazer ajustes nas diversas áreas da sua vida:

  • No trabalho
  • Nas responsabilidades paternas
  • Nas tarefas domésticas
  • Em sua forma de relaxar e se divertir.

Informações do NIH apontam que, ao assumir um papel mais ativo na gestão de sua condição, você pode obter uma maior sensação de controle e aumentar sua autoestima junto com sua qualidade de vida.

Cuidados com a Alimentação

Embora não exista uma única dieta comprovada para aliviar os sintomas da fibromialgia, você já deve ter notado que certos alimentos podem desencadear surtos de fibromialgia, enquanto outros alimentos podem ajudar a aliviar sua dor.

Observar o que você come pode ajudá-lo a gerenciar suas crises. E como não há um único plano alimentar para lidar com a fibromialgia, a NHS recomenda que o paciente trabalhe com seu médico e um nutricionista que possa ajudá-lo a planejar suas refeições.

Segundo a Practical Pain Management, alguns dos alimentos que você pode tentar incorporar em sua dieta de são:

  • Frutas e legumes
  • Proteína magra
  • Ácidos graxos Ômega-3 (encontrados em linhaça, nozes, azeite e alguns peixes, como salmão)
  • Vitamina D (encontrada em salmão, cogumelos e ovos).

A revista também comenta sobre os alimentos para limitar a ingestão:

  • Cafeína
  • Laticínios
  • Alimentos adoçados com aspartame
  • Alimentos altamente processados e fritos, especialmente alimentos que contêm aditivos alimentares
Alimentação do Paciente Fibromiálgico

Prática de Exercícios Físicos para o Paciente Fibromiálgico

Segundo a Fibromyalgia Action UK, pessoas com fibromialgia enfrentam um dilema na prática de exercício, pois os músculos são tão tensos e dolorosos, que os sintomas são frequentemente agravados por qualquer tentativa de exercício.

Embora seja difícil para indivíduos com fibromialgia se exercitarem, não é uma tarefa impossível. Qualquer exercício é melhor do que não praticar nenhum e cada indivíduo precisa encontrar um equilíbrio adequado de exercício que funcione melhor para seu corpo.

Uma prescrição para exercício em alguém com fibromialgia precisa ser flexível. Por este motivo, seu médico pode encaminhá-lo a um fisioterapeuta especializado em ajudar pessoas com fibromialgia, para elaborar um plano de exercícios, que provavelmente envolva uma mistura de exercícios aeróbicos e de fortalecimento.

Melhorando seus Hábitos de Sono

Conforme o NIH, a fadiga e a dor da fibromialgia estão relacionadas à qualidade do seu sono. Isso é provavelmente porque os mesmos neurotransmissores que controlam a dor também controlam o sono, o humor e a memória.

Por isso, é tão essencial seguir bons hábitos de sono, para obter quantidades suficiente de descanso. Entre as práticas recomendadas, estão:

  • Dormir pelo menos 8 horas por noite
  • Ir para a cama e acordar no mesmo horário todos os dias
  • Relaxar antes de ir para a cama
  • Criar uma rotina de dormir, por exemplo: tomar um banho quente, beber um chá e ler um livro todas as noites
  • Evitar cafeína, nicotina e álcool nas últimas horas do dia
  • Evitar refeições pesadas à noite
  • Garantir que seu quarto tenha uma temperatura confortável e seja silencioso e escuro, para permitir o relaxamento.

Mantendo-se Produtivo em seu Trabalho

Nosso trabalho nos fornece muitas coisas que precisamos:

  • Renda
  • Seguro de saúde
  • Autoestima
  • Convivência social.

Assim, é muito importante para o paciente fibromiálgico cuidar de si mesmo, para manter-se produtivo em seu trabalho. A Fibromialgia Research UK nos lembra que, mesmo sendo diagnosticado com fibromialgia, você continua sendo a mesma pessoa e ainda tem as mesmas habilidades e experiência.

Mesmo que os sintomas causados pela fibromialgia possam variar e flutuar ao longo do tempo e isso seja um desafio no trabalho, algumas pessoas não encontram necessidade de mudanças em sua vida profissional e outras se beneficiam de ajustes simples.

O importante é encontrar o seu próprio ritmo. Muitos pacientes continuam trabalhando, talvez com ajustes na acomodação. Alguns preferem mudar de emprego ou posição, encontrar uma maneira de trabalhar menos, em horários flexíveis, ou procurar maneiras de trabalhar em casa.

Gerenciamento do Estresse

Segundo o NHS, se você tem fibromialgia, o estresse pode piorar seus sintomas ou aumentar suas chances de desenvolver depressão. Preocupação, ansiedade e sobrecarga de pensamentos também drenarão sua energia.

Identificar gatilhos estressantes em sua vida é uma prática importante. A terapia cognitiva comportamental pode lhe ajudar a encontrar maneiras de lidar com o estresse.

Outras estratégias eficazes para aliviar o estresse incluem:

  • Técnicas de relaxamento, como meditação e respiração profunda ajudam a evitar pensamentos negativos e relaxar o corpo e a mente
  • Priorizar tarefas, para conservar energia e evitar surtos de dor
  • Estabelecer algum tempo todos os dias para fazer atividades que você ama.
Gerenciamento do estresse no tratamento da fibromialgia

Mantendo a Convivência Social

Como um paciente fibromiálgico, você pode sentir vontade de passar a maior parte do tempo sozinho em casa ou se afastar do contato com outras pessoas. Também pode ser difícil encontrar pessoas em nossas vidas que realmente entendam o que estamos passando.

Através de grupos de apoio e associações, por exemplo a Abrafibro - Associação Brasileira dos Fibromiálgicos, você pode encontrar pessoas que irão entendê-lo e apoiá-lo. Esse suporte pode ajudá-lo a se sentir menos sozinho, melhorar sua perspectiva e encontrar novos tratamentos ou técnicas de gerenciamento.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP especialista em eletroneuromiografia e doenças neuromusculares.

Gostou deste artigo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Continue aprendendo sobre cuidados em saúde:

Veja abaixo nossas informações para agendamento de consultas:

Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista SP - R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904 - Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663

Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista SP - R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904 - Telefones: (11) 3262-4745 e (11) 98758-7663


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3262-4745
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram