São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Diagnóstico e Tratamento da Dor Atrás dos Olhos

Dr Diego de Castro
27/07/2022
Compartilhe

Como vimos no artigo da semana passada, é possível classificar a dor atrás dos olhos em:

  • Causas relacionadas aos olhos ou à visão
  • Causas não relacionadas aos olhos ou à visão. Por exemplo:
    • Neurológicas
    • Odontológicas
    • Otorrinolaringológicas (ouvido, nariz e garganta).

Sendo assim, realizar o diagnóstico e o tratamento da dor atrás dos olhos pode ser um processo complexo, envolvendo até mesmo profissionais de diferentes especialidades médicas.

Neste artigo, Dr Diego de Castro, Neurologista e Neurofisiologista pela USP, explica sobre Diagnóstico e Tratamento da Dor Atrás dos Olhos.

Diagnóstico da Dor Atrás dos Olhos

De acordo com seu histórico médico, uma pessoa com dor atrás dos olhos geralmente acaba buscando ajuda médica de um:

  • Oftalmologista
  • Neurologista
  • Otorrino

Por exemplo, uma pessoa que frequentemente tem crises de sinusite já está acostumada a marcar uma consulta com seu otorrino quando identifica seus sintomas. Quando já existe um histórico médico, é mais simples proceder ao tratamento.

Mas, muitas vezes, a dor atrás dos olhos é um sintoma novo ou que vem aparecendo com maior frequência ou intensidade. Nesses casos, uma avaliação diagnóstica mais complexa deve ser realizada.

De acordo com a Mayo Clinic, iniciamos a avaliação com uma análise completa da história do paciente e um exame físico. Nesta etapa, realizamos perguntas que documentam os sintomas em detalhes. Por exemplo:

  • Quando a dor começou
  • Localização da dor
  • Intensidade da dor
  • Duração da dor
  • Características da dor (latejante, sensação de pontadas, etc)
  • Quaisquer fatores que melhoram ou pioram a dor
  • Em quais atividades a pessoa estava envolvida, quando os sintomas começaram
  • Se usa ou já usou lentes de contato
  • Se houve lesões oculares anteriores ou cirurgias.

Outras questões importantes são:

  • Alergia a medicamentos
  • Medicamentos utilizados atualmente
  • Histórico médico anterior
  • Cirurgias anteriores
  • Histórico familiar
  • Histórico social (incluindo hábitos de trabalho e viagens, uso de álcool, tabaco ou outras substâncias).

Exames Oftalmológicos

O exame físico relativo aos olhos pode consistir em:

  • Verificar seu nível de visão
  • Inspeção visual do olho e seus tecidos circundantes
  • Exame dos movimentos oculares, campos visuais (visão periférica) e a reação da pupila à luz.

O oftalmologista pode usar instrumentos para ver melhor as estruturas internas do olho.

Exames Neurológicos

O exame neurológico busca identificar causas para a dor atrás dos olhos relacionadas a distúrbios do sistema nervoso. Conforme a American Migraine Foundation, entre as avaliações realizadas, podemos citar:

  • Exame físico, para verificar seus músculos, reflexos, fala e sentidos, com o objetivo de identificar problemas de transmissão nervosa
  • Exames de sangue podem ajudar a identificar causas como infecção e sangramento
  • Exames de imagem, como Tomografia computadorizada ou Ressonância magnética, para identificar se condições cerebrais podem estar causando seus sintomas.
Exames neurológicos
Exames neurológicos podem ajudar no diagnóstico da dor atrás dos olhos

Exames Otorrinolaringológicos

Além do exame físico do nariz, garganta e face, outros métodos que podem ser usados para diagnosticar sinusite, por exemplo, e descartar outras condições incluem:

  • Endoscopia nasal, para inspecionar visualmente o interior dos seios nasais
  • Estudos de imagem podem ajudar a encontrar anormalidades nos seios da face ou complicações
  • Culturas de amostras nasais, quando a condição não responde ao tratamento ou está piorando
  • Teste de alergia, quando suspeitamos que alergias são a causa para crises frequentes de sinusite.

Tratamento para Dor Atrás dos Olhos

As opções de tratamento para a dor atrás dos olhos variam, dependendo do que está causando este sintoma. De acordo com a causa, o tratamento pode envolver estratégias para o controle dos sintomas, prevenção de novos episódios de dor ou mesmo eliminar os sintomas, em casos agudos, como uma infecção.

Da mesma forma que nos procedimentos diagnósticos, também podemos classificar o tratamento da dor atrás dos olhos, de acordo com as causas relacionadas aos olhos e as não relacionadas aos olhos.

Causas Relacionadas aos Olhos

A American Academy of Ophthalmology explica que você precisará de uma abordagem específica para o tratamento que depende da causa da dor atrás do olho:

  • Problemas de visão - a dor pode ser eliminada com a correção adequada do déficit visual
  • Síndrome do olho seco - o uso de colírios e lágrimas artificiais prescritos pelo oftalmologista pode ajudar a controlar os sintomas
  • Esclerite e Neurite óptica - o objetivo do tratamento é controlar a inflamação, reduzindo os sintomas
  • Glaucoma - a doença deve ser controlada, geralmente com o uso de colírios que atuam na redução ou estabilização da pressão intraocular, para evitar crises agudas.

Causas não Relacionadas aos Olhos

Enxaqueca e outras Síndromes de Dor de Cabeça

Segundo o NHS, tanto a enxaqueca quanto a cefaleia em salvas estão relacionadas a algum mau funcionamento do sistema nervoso central. Assim, o tratamento com analgésicos simples, como paracetamol ou ibuprofeno, não é tão eficiente para aliviar a dor.

O tratamento destas síndromes de dor de cabeça envolve, principalmente, a utilização de medicamentos abortivos das crises e uma estratégia combinada de medicamentos e mudanças no estilo de vida para prevenir o surgimento de novas crises de dor.

Problemas Dentários e da Articulação Temporomandibular

A dor referida atrás dos olhos devido a algum problema nessas estruturas pode ser tratada com o auxílio de:

  • Uso a curto prazo de analgésicos e anti-inflamatórios de venda livre
  • Uso prescrito e orientado pelo médico, de medicamentos relaxantes musculares ou antidepressivos
  • Injeções de toxina botulínica, quando necessário o relaxamento de estruturas musculares em espasmos ou excessivamente contraídas

Sinusite

A dor causada pela sinusite pode ser tratada com analgésicos e anti-inflamatórios de venda livre. No caso de sinusite devido a uma infecção viral, geralmente desaparece sozinha, mas quando for devido a uma infecção bacteriana, é necessário tratamento com antibióticos prescritos por um médico.

Algumas práticas de autocuidado que ajudam a aliviar os sintomas da sinusite incluem realizar a lavagem nasal e ingerir bastante líquidos. Compressas mornas sobre o rosto também podem ajudar.

Considerações Adicionais

Você precisará de uma abordagem específica para o tratamento, de acordo com a causa. Por exemplo:

  • Condições causadas por bactérias e vírus requerem o uso de antibióticos ou antivirais prescritos, monitoramento dos sintomas e analgésicos/anti-inflamatórios para mantê-los sob controle
  • A doença de Graves é tratada com acompanhamento do médico endocrinologista

Conforme a Harvard Medical School, os cuidados de acompanhamento geralmente dependem da gravidade do problema. Algumas causas mais leves de dor atrás do olho podem desaparecer por conta própria, mas se a condição persistir ou piorar, converse com seu médico. Algumas condições que causam dor atrás do olho podem ser graves, mas o tratamento imediato pode reduzir os danos a longo prazo.

Geralmente, se a dor está atrás do olho esquerdo, do olho direito ou de ambos os olhos, não faz grande diferença. Em alguns casos, dor súbita e intensa atrás de um olho é sinal de um aneurisma cerebral. Esta é uma emergência médica e requer atenção médica imediata.

Se você acha que sua dor atrás dos olhos pode ser devido a uma condição neurológica, é importante buscar ajuda de um médico neurologista, para que seus sintomas possam ser investigados.

Retorne ao seu médico ou ao pronto-socorro se ocorrer aumento da dor, problemas de visão, secreção ou vermelhidão nos olhos ou inchaço ao redor dos olhos.

Dr Diego de Castro Neurologista & Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP especialista em distúrbios do movimento.

Gostou desse artigo? Siga-nos nas redes sociais! Leia nossos outros artigos:

Nossos endereços para atendimento presencial:

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304 e (11) 98758-7663

Posts Relacionados:


Compartilhe
Posts mais Populares
Acompanhe nosso Podcast!
Escute nossos conteúdos em áudio, na sua plataforma preferida:
Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

Dr Diego de Castro dos Santos
Neurologia - Dr Diego de Castro
Dr Diego de Castro dos Santos é Neurologista pela USP e responsável pelo Serviço de Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia. Atua como neurologista em Vitória Espírito Santo ES e em São Paulo no tratamento de Dor de Cabeça, Depressão, Doença de Parkinson, Miastenia gravis e outras doenças. Também se dedica a reabilitação de pacientes com AVC, distonias e crianças com paralisia cerebral, por meio de aplicação de toxina botulínica (Botox) e neuromodulação.
Dúvidas? Sugestões?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com o uso de cookies. Leia nossa política de privacidade/cookies para saber mais informações.
magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram