São Paulo: (11) 98758-7663 - (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Como a Toxina Botulínica Age nas Doenças Neurológicas?

Como um medicamento associado à melhora das rugas, a "esticar a pele", pode tratar doenças neurológicas? Ao compreendermos como a toxina botulínica age, podemos também entender sua utilidade no tratamento das diversas condições que envolvem a contração muscular.

Neste vídeo, Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista e Dra Simone Amorim Neurofisiologista e Neurologista Infantil explicam sobre o mecanismo de ação da toxina botulínica no tratamento das doença neurológicas.

Compreendendo a Fisiologia da Contração Muscular

As principais indicações da toxina botulínica na Neurologia são as condições em que funcionamento do músculo está afetado: distúrbios do movimento, pacientes que sofreram AVC ou têm paralisia cerebral, por exemplo. Nestas condições, o músculo está funcionando de forma excessiva.

Segundo pesquisa publicada na Neurology International, o uso da toxina botulínica na neurologia pode ser destinado a:

  • Relaxamento muscular
  • Controle da rigidez
  • Controle da espasticidade
  • Diminuição de tremores e movimentos anormais
  • Controle de secreções.

Para que ocorra uma contração muscular, é necessário o envio de um comando do cérebro ao músculo. Essa informação chega ao músculo por meio de nervos e neurotransmissores (substâncias químicas que ativam a contração).

Quando o comando que vem do cérebro está sendo enviados de forma excessiva, o músculo recebe informações para permanecer sempre ativo.

Mecanismo de Ação da Toxina Botulínica

A toxina botulínica é aplicada por via intramuscular. Ao chegar à junção neuromuscular, ela sinaliza ao cérebro para liberar menos neurotransmissores que ativam contrações musculares. Há, então uma diminuição da hiperatividade muscular.

Com isso, o paciente consegue realizar melhor suas atividades, sem as contraturas exageradas, com uma melhor amplitude de movimento.

É importante identificar os músculos exatos que estão causando a contratura excessiva, para uma aplicação precisa e eficaz.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP e realiza a aplicação de Botox em Vitória para pacientes vítimas de AVC, distonia e outras doenças. Continue aprofundando seus conhecimentos sobre a toxina botulínica. Leia nossos outros artigos:

Se você deseja saber mais sobre este método de tratamento ou marcar uma consulta de avaliação para saber se seu caso pode ou não ser tratado pela toxina, veja abaixo nossas informações de contato:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304 e (11) 98758-7663

Posts mais Populares

Assine nossa Newsletter!

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail todos os nossos novos artigos.

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram