São Paulo: (11) 3504-4304 | Vitória: (27) 99707-3433 - (27) 99886-7489

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica 4 motivos para não se preocupar com a dormência nas pernas.

Quem não experimentou um pouco de formigamento ou dormência nas pernas de vez em quando? Normalmente, não é motivo para preocupar-se. Uma pessoa pode sentir dormência nas pernas e pés devido a sentar em uma posição que coloca muita pressão sobre os nervos ou reduz o fluxo sanguíneo.

Hábitos Posturais que Causam Dormência nas Pernas

Hábitos posturais que pressionam os nervos ou reduzem o fluxo sanguíneo nos membros inferiores são a causa mais comum de dormência temporária nas pernas e pés. Muitas pessoas dizem que sua perna "adormeceu", e o termo médico é parestesia transitória (temporária).

Os hábitos que podem fazer com que os pés e as pernas adormeçam incluem:

A dormência nas pernas é um distúrbio comum, embora quando se torna crônico, pode ser um sinal de uma condição médica subjacente, por exemplo, a neuropatia periférica.

Qualquer pessoa que experimente dormência inexplicável, persistente, frequente, dolorosa, incapacitante ou acompanhada de outros sintomas crônicos deve consultar um médico para um diagnóstico e discutir opções de tratamento.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP e se dedica integralmente ao universo do diagnóstico e assistência. À frente do Serviço de Especialidades Neurológicas, oferece um serviço de qualidade em diagnóstico de neuropatias e outras condições neurológicas.

Médico especialista em Eletroneuromiografia e Doenças Neuromusculares e à frente do Serviço de Eletroneuromiografia SP - Dr Diego de Castro, realiza o exame de eletroneuromiografia em São Paulo e Vitória - ES com qualidade reconhecida pela Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica.

Gostou deste vídeo? Compartilhe com uma amigo! Siga-nos nas redes sociais. Aprenda sobre outras condições lendo outros artigos:

Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia

Oferecemos uma avaliação neurológica com uma eletroneuromiografia de qualidade, capaz de auxiliar no diagnóstico diferencial. Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre 5 remédios proibidos para pessoas com Parkinson.

Gerenciar sua medicação para Parkinson irá ajudá-lo a obter o melhor controle de sua condição no dia a dia.

Você também pode tomar medicação para outras condições que não estão relacionadas com o Parkinson. Por isso, é importante estar ciente de quais drogas evitar e como outros medicamentos que você toma podem interagir com seus medicamentos de Parkinson.

Alguns medicamentos podem trazer sintomas semelhantes aos do Parkinson ou reagir mal com os medicamentos do Parkinson e devem ser evitados, a menos que sejam recomendados por um especialista que conhece sua condição.

Remédios Proibidos para Quem Tem Parkinson

Estas são algumas (mas não todas) das drogas que pessoas com Parkinson precisam evitar:

Metoclopramida
Bromoprida
Flunarizina
Olanzapina
Aloperidol

É importante que o médico que lhe prescrever uma nova medicação saiba que você tem Parkinson e quais medicamentos já está tomando. E antes de tomar algo, é sempre bom verificar com seu especialista se há algum risco. Isso inclui medicamentos isentos de prescrição.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especialista em Parkinson e Distúrbios do Movimento e tem a missão de cuidar de pessoas.

Aumente seus conhecimentos sobre a Doença de Parkinson (DP), em nossos outros artigos:

Estamos disponíveis para ajudar nos endereços abaixo:

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefone: (11) 3504-4304

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre o tratamento com toxina botulínica (botox) para uma das principais sequelas do AVC: a espasticidade.

A espasticidade pós AVC está presente em até 40% dos indivíduos após cerca de 3 a 4 meses do evento. Quando espástico, o membro apresenta uma tendência a “ficar mais curto” ou em postura fechada ou ainda “endurecido”. A espasticidade também pode causar deformidade das articulações, posturas fixas, dor e perda da função de um membro por exemplo.

Se a espasticidade não é tratada, pode ser uma fonte comum de dor, deslocamento das articulações e dificultar muito a fisioterapia. Nesse caso, a sequela do AVC é tratada pelo neurologista ou fisiatra com a aplicação de toxina botulínica (botox).

A aplicação da toxina botulínica (Botox) em pacientes com espasticidade após AVC é uma abordagem terapêutica eficaz. O tratamento com Botox após sequela de AVC acarreta o relaxamento da musculatura e facilita a execução de atividades funcionais assim como a prática da fisioterapia.

Por esse motivo a aplicação da toxina botulínica (Botox) é o tratamento de primeira escolha para a espasticidade, particularmente em pacientes com AVC.

Aprofunde seu conhecimento lendo nossos outros artigos:

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista Reabilitação Após AVC

Dr Diego de Castro se dedica integralmente ao universo do diagnóstico e assistência. À frente do Serviço de Especialidades Neurológicas, acredita que é possível oferecer um serviço de qualidade em diagnóstico e tratamento das doenças neurológicas.

Também se dedica à reabilitação de pacientes com AVC, por meio de uma avaliação neurológica elaborada dos sintomas motores e cognitivos do paciente e da aplicação de toxina botulínica (Botox) em Vitória, abordagem que favorece a realização de fisioterapia, para reduzir os sintomas da espasticidade.

Dr Diego de Castro também realiza a aplicação de Botox em São Paulo para pacientes com AVC e outras condições.

Veja abaixo nossas informações de contato para agendamento de consultas:

Rua Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista
São Paulo - SP, 01332-904
Telefone: (11) 3504-4304

Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia

No Espírito Santo, também oferecemos um atendimento especializado às pessoas que sofreram AVC, no Serviço de Especialidades Neurológicas, em Vitória, na Enseada do Suá, próximo ao Shopping Vitória.

Avenida Americo Buaiz, 501 – Victória Office Tower – Torre Leste – Enseada do Suá, Vitória – ES, 29050-911
Telefone: (27) 99707-3433

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre 4 estratégias que você pode utilizar como Tratamentos Naturais para Insônia e para combater a dificuldade de dormir.

De acordo com dados da Harvard University, aproximadamente 50 a 70 milhões de americanos apresentam distúrbio do sono, sendo a insônia a problema mais comum.

Muitos indivíduos ignoram os fatores psíquicos causadores da insônia, como dificuldades de relacionamento, medos e estresse. Mas as abordagens comportamentais precisam ser realizadas antes mesmo de iniciar o uso de um remédio. Felizmente, existem soluções simples e naturais que podem melhorar o seu sono.

Tratamentos Naturais para Insônia

Estratégias como melhorar a higiene do sono, terapia cognitivo-comportamental e aumentar a atividade física estão entre as melhores maneiras de melhorar o sono.

Uma vez que as estratégias naturais têm mais pesquisas para apoiar seu impacto no sono, essas são ótimas opções para combater os distúrbios do sono.

Se os métodos naturais não funcionam para você, a medicação para dormir pode ser benéfica para uso a curto prazo, mas pode causar efeitos colaterais. Se você tentou métodos naturais e está considerando a medicina do sono, converse com seu médico sobre suas opções e quaisquer condições subjacentes que afetam seu sono.

Aprofunde seus conhecimentos sobre o sono e os distúrbios que o afetam, lendo nossos artigos:

Dr Diego de Castro Neurologista

Rua Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista
São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Avenida Americo Buaiz, 501 - Victória Office Tower - Torre Leste - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre os sintomas de Miastenia e como pode acontecer uma evolução desses sintomas.

A Miastenia gravis é uma doença inflamatória auto-imune. Por meio de anticorpos, o próprio organismo ataca a junção entre o nervo e o músculo, produzindo falha da comunicação dessas estruturas.

Sintomas de Miastenia

Os principais sintomas da Miastenia gravis estão relacionados a fraqueza ou fadiga muscular e incluem:

Os sintomas da Miastenia gravis variam muito entre os indivíduos a depender de:

Um paciente pode apresentar sintomas muito leves, enquanto outro pode apresentar formas mais graves da doença. Por esse motivo, cada paciente é único e não deve ser comparado a outro.

Dr Diego de Castro Neurologista - Miastenia gravis Tratamento

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP, especialista em eletroneuromiografia e Miastenia gravis. Cuida de pacientes com miastenia e outras condições neurológicas raras.

Também disponibiliza informações para pacientes e familiares. Leia nossos artigos:

Gostou desse vídeo? Compartilhe com amigos! Siga-nos nas redes sociais para saber mais!

Nossos endereços para atendimento presencial:

R. Itapeva, 518 - sala 901 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01332-904

Telefone: (11) 3504-4304

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Telefone: (27) 99707-3433

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre a cãibra e o que podemos fazer para aliviar este desconforto.

Uma cãibra muscular é um aperto súbito e inesperado de um ou mais músculos, condição que pode ser muito dolorosa. Exercitar-se ou trabalho extenuante, especialmente no calor, pode levar a cãibras musculares. Alguns medicamentos e doenças também podem causar seu aparecimento.

Cãibra Muscular é Grave?

Na maioria das vezes, não são algo com o que se preocupar. Mas, em alguns casos, cãibras musculares podem indicar uma condição neurológica subjacente.

As cãibras musculares geralmente desaparecem por conta própria e não precisam de cuidados médicos. No entanto, consulte um profissional de saúde para cãibras que:

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP especialista em Distúrbios do Movimento e Neurogenética e cuida de pacientes com mioclonia e doenças raras.

Gostou deste vídeo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Leia nossos outros artigos:

Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre a decisão da ANVISA de alterar a classificação do Zolpidem para um medicamento de tarja preta.

Zolpidem Agora é Tarja Preta

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou recentemente uma importante mudança na classificação do Zolpidem, um medicamento amplamente utilizado para o tratamento da insônia. A partir de agosto, o Zolpidem será categorizado como um medicamento de tarja preta, o que indica um controle mais rigoroso devido aos seus potenciais riscos e efeitos colaterais.

Neste vídeo, saiba mais sobre o que é o medicamento Zolpidem, para que serve este medicamento e como ele age no corpo. Saiba por que a Anvisa decidiu aumentar o controle sobre o Zolpidem, passando-o para a categoria de tarja preta.

Acompanhe o vídeo para entender sobre essa importante decisão e como ela pode influenciar o tratamento da insônia no Brasil. Não se esqueça de deixar seu like, compartilhar com amigos e familiares, e se inscrever no canal para mais atualizações sobre saúde e medicamentos!

Referencias:

Aprofunde seus conhecimentos sobre o sono e os distúrbios que o afetam, lendo nossos artigos:

Dr Diego de Castro Neurologista

Rua Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista
São Paulo - SP, 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Avenida Americo Buaiz, 501 - Victória Office Tower - Torre Leste - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre a Mioclonia do tipo epiléptica.

A mioclonia é uma contração muscular involuntária, rápida, em forma de abalos. O termo mioclonia tem origem grega "mio" "músculo" e "clonia" "movimento confuso, violento". Diferente de outras contrações involuntárias, esta condição não necessariamente é uma doença. Ela pode ocorrer em condições fisiológicas e em doenças neurológicas.

Normalmente, os abalos não duram mais do que um ou dois segundos. Pode haver apenas um, mas às vezes muitos ocorrerão em um curto espaço de tempo.

Também chamada de "convulsão mioclônica" a mioclonia epiléptica resulta de atividade cerebral anormal e causam movimentos rápidos de espasmo. Eles ocorrem em uma variedade de síndromes epilépticas que têm características diferentes.

No entanto, na maioria das vezes, a mioclonia pode ocorrer em pessoas sem epilepsia. Um exemplo seria aquele espasmo repentino que pode acordá-lo quando você está quase adormecendo.

Fazer um diagnóstico correto é importante. Isso ajudará a orientar o tipo de tratamento utilizado. A maneira mais útil de diagnosticar uma mioclonia do tipo epiléptica é um eletroencefalograma (EEG), um exame que registra a atividade elétrica no cérebro. O EEG pode registrar picos ou ondas incomuns em padrões de atividade elétrica.

Dr Diego de Castro Neurologista

Dr Diego de Castro é Neurologista pela USP especialista em Distúrbios do Movimento e Neurogenética e cuida de pacientes com mioclonia e doenças raras.

Gostou deste vídeo? Compartilhe com um amigo! Siga-nos nas redes sociais!

Leia nossos outros artigos:

Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica porque muitos médicos gostam de utilizar o Topiramato no tratamento da compulsão alimentar.

O topiramato é usado sozinho ou com outros medicamentos para tratar diversos tipos de transtornos, incluindo convulsões. Também é usado para prevenir enxaquecas, pois está em uma classe de medicamentos chamados anticonvulsivantes. Ele funciona diminuindo a excitação anormal no cérebro.

O topiramato é muito usado para o manejo da dependência do álcool e para o tratamento do transtorno da compulsão alimentar periódica. Como ele atua reduzindo a compulsão alimentar, pode ajudar no emagrecimento, quando o ganho de peso aconteceu devido a este problema.

Topiramato Emagrece?

O topiramato (usado por si só) não é especificamente aprovado pelo FDA para perda de peso, mas a anorexia (perda de apetite), que ele causa pode contribuir para a perda de peso, em estudos em crianças e adultos.

O topiramato está ligado a muitos outros efeitos colaterais, incluindo náuseas, dor de estômago e perversão do paladar, que podem afetar a perda de peso ou anorexia.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro é Neurologista e Neurofisiologista pela USP e se dedica integralmente ao universo do diagnóstico e assistência. À frente do Serviço de Especialidades Neurológicas, oferece um serviço de qualidade em diagnóstico e tratamento de  condições neurológicas e neuropsiquiátricas.

Médico especialista em Eletroneuromiografia e Doenças Neuromusculares e à frente do Serviço de Eletroneuromiografia SP - Dr Diego de Castro, realiza o exame de eletroneuromiografia em São Paulo e Vitória - ES com qualidade reconhecida pela Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica.

Gostou deste vídeo? Compartilhe com uma amigo! Siga-nos nas redes sociais. Aprenda sobre outras condições lendo outros artigos:

Especialidades Neurológicas – Eletroneuromiografia

Oferecemos uma avaliação neurológica com uma eletroneuromiografia de qualidade, capaz de auxiliar no diagnóstico diferencial. Estamos disponíveis para cuidar de você nos endereços:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

Alzheimer: Como Não Esquecer o Remédio? Segundo o Ministério da Saúde, mais de 30 milhões de pessoas no mundo vivem com Doença de Alzheimer. Neste vídeo, Dr Diego de Castro explica sobre uma prática que o cuidador pode fazer para que o paciente com Alzheimer não esqueça de tomar os remédios.

Alzheimer é uma doença cerebral que causa um declínio lento na memória, pensamento e habilidades de raciocínio. O processo neurodegenerativo associado à doença provoca um declínio gradual da memória declarativa e compromete progressivamente outras funções cognitivas, como a função executiva, o processamento visuoespacial e a atenção.

Como Não Esquecer o Remédio

Uma técnica que pode ser útil para que o paciente com Alzheimer tome o remédio todos os dias no horário correto é baseada na Aprendizagem por Associação.

A aprendizagem associativa é a forma como o cérebro aprende a associar as coisas. Uma definição mais formal é que é o processo pelo qual os seres vivos estabelecem uma conexão entre os fenômenos para aprender ou reagir. O condicionamento associativo é um tipo de aprendizagem associativa. É quando um estímulo neutro cria uma a resposta forte.

Ao deixar os remédios ao lado da cama, com um despertador que toca todos os dias no mesmo horário e um caderno para o paciente anotar que tomou o remédio pode ajudar a criar uma rotina de tomar os remédios adequadamente.

Dr Diego de Castro Neurologista e Neurofisiologista

Dr Diego de Castro tem como objetivo ajudar seus pacientes que apresentam uma condição neurodegenerativa a melhorar sua função, minimizar sua necessidade de medicamentos e alcançar uma melhor qualidade de vida.

Entendemos que a sintomatologia de cada paciente é única. Por isso, abordamos planos de tratamento individualizados, porém abrangentes de gerenciamento dos sintomas que afetam todos os aspectos da vida de uma pessoa com a doença de Alzheimer. Leia também nossos artigos:

Para agendar uma consulta, veja abaixo nossas informações de contato:

Avenida Américo Buaiz, 501 – Ed. Victória Office Tower Leste, Sala 109 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29050-911

Tel: (27) 99707-3433

R. Itapeva, 518 - sala 901 Bela Vista - São Paulo - SP, CEP: 01332-904

Telefones: (11) 3504-4304

DR DIEGO DE CASTRO

Dr. Diego de Castro dos Santos
Neurofisiologia clínica - RQE 74154
Neurologia - RQE 74153
Diretor Clínico Autor e Responsável Técnico pelo Site – Mantenedor.

Missão do Site: Prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade. Destinado ao público em geral.
NEUROLOGISTA EM SÃO PAULO – SP
CRM-SP 160074

R. Itapeva, 518 - sala 901
Bela Vista - São Paulo - SP 
CEP: 01332-904

Telefones:
(11) 3504-4304
(11) 98758-7663

NEUROLOGISTA VITÓRIA – ES
CRM-ES 11.111

Av. Américo Buaiz, 501 – Sala 109
Ed. Victória Office Tower Leste, Enseada do Suá, Vitória – ES, CEP: 29050-911

Telefones:
(27) 99707-3433
(27) 99886-7489

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com o uso de cookies. Leia nossa política de privacidade/cookies para saber mais informações.
magnifier
× Como posso ajudar?
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram